Acompanhe:
seloNegócios

Quais são as fontes de energias renováveis e não renováveis?

Cada vez mais avançam as discussões sobre a importância de temas ligados à sustentabilidade. Saiba quais são as fontes de energias renováveis e não renováveis

Modo escuro

Continua após a publicidade
Energia solar: energia está entre os exemplos de fontes energéticas renováveis, assim como água de rios, ventos, e ondas (Divulgação/Divulgação)

Energia solar: energia está entre os exemplos de fontes energéticas renováveis, assim como água de rios, ventos, e ondas (Divulgação/Divulgação)

D
Da Redação

Publicado em 11 de outubro de 2022 às, 07h00.

A energia elétrica é um componente fundamental para o desenvolvimento da atividade econômica mundial, já que a quantidade consumida por um país pode ser um dos termômetros da economia.

 A energia pode vir de fontes renováveis ou não renováveis, sendo essencial que se entenda como fazer essa distinção, já que a busca pelo uso de energia renovável e limpa se tornou um assunto importante no contexto de discussões de preservação ambiental, sustentabilidade e uso consciente dos recursos naturais, alinhadas com os objetivos da Agenda 2030 da ONU.

O que é energia renovável?

A energia renovável é aquela que provém da natureza, mas que se renova de forma natural dentro de um determinado espaço de tempo, ou seja, se regenera de forma espontânea. Ela também é conhecida como energia limpa.

As energias renováveis também são chamadas de energias alternativas, e sua produção e uso propõem menores impactos ambientais. Além disso, sua fonte de produção costuma estar associada a recursos naturais pouco escassos.

As fontes de energia renováveis se referem aos recursos naturais em abundância na natureza. Apesar delas se renovarem de forma constante, elas geralmente não são inesgotáveis.

O que é energia não renovável?

Da mesma forma, a energia não renovável é aquela provém de recursos que não se renovam naturalmente em um tempo útil ao ser humano. Sendo assim, as reservas de fontes de energia não renováveis podem se esgotar mais facilmente ao longo do tempo.

Nesse caso, uma fonte de energia não renovável é esgotável. Por conta disso, existe uma preocupação por parte da sociedade, governos e empresas de que esses recursos possam não existir no futuro, seja ele próximo ou não.

 Além disso, as energias não renováveis podem trazer mais impactos negativos ao meio ambiente, seja em sua produção, ou até mesmo em seu uso. Por conta disso, há uma preocupação em se utilizar cada vez mais as fontes de energias renováveis, a fim de minimizar esses problemas.

Quais são as fontes de energias renováveis e não renováveis?

As principais fontes energéticas renováveis podem ser água de rios, ventos, sol, marés, ondas, calor vindo do interior da Terra e até mesmo matérias orgânicas. Nesse caso, os principais tipos de energia renovável são:

  • Energia solar;
  • Energia hídrica;
  • Energia eólica;
  • Biomassa;
  • Energia ondomotriz;
  • Energia maremotriz;
  • Energia geotérmica.

 No caso da energia solar, o sol se trata da maior fonte energética renovável, sendo também limpa, sustentável, inesgotável, sem emissão de gases poluentes e impactos ambientais reduzidos. Com isso, é possível captar calor para produzir energia solar térmica, ou gerar energia elétrica, por meio de energia solar fotovoltaica e energia heliotérmica.Já a energia hidrelétrica usa a água dos rios para gerar eletricidade, por meio da energia potencial da movimentação da água. A captação é feita através de turbinas, que fazem com que a energia mecânica se transforme em elétrica, o que se conhece como hidroeletricidade.

 A energia eólica vem da transformação da força dos ventos em energia elétrica com aerogeradores, sendo considerada como uma das fontes de energia limpa, sustentável e renovável e sustentável.

 Enquanto isso, a energia de biomassa também se trata de uma fonte renovável usada para produzir calor e eletricidade com a queima de materiais orgânicos, ou com gases liberados na decomposição desses materiais, que também pode ser utilizado na produção de biocombustíveis.

 Os oceanos também são uma importante fonte de energia renovável. Por meio deles, é possível produzir a energia ondomotriz, com o movimento das ondas, energia maremotriz, captando-se correntes de mares e mares, e a energia térmica oceânica, com a temperatura das águas.

Por fim, a energia geotérmica é um tipo de energia limpa que é produzida do calor advindo do manto da Terra, que é a camada interior do planeta. Ela é utilizada para aquecimento de residências e empresas, assim como para gerar energia elétrica por meio de centrais geotérmicas.

Energias renováveis e as empresas

A adoção e a preferência no uso de energias renováveis por parte dos consumidores geram um aumento de sua demanda maior, fazendo com que as empresas possam ter produtos e serviços associados a ela. Por conta disso, a concorrência das companhias em relação ao tema também cresce, fazendo com que o custo de produção dessas energias limpas caia.

O custo de produção da energia solar, por exemplo, caiu cerca de 82% entre os anos de 2010 e 2021, segundo dados da Agência Internacional de Energia (AIE). Com o custo de produção de energias renováveis caindo, os consumidores também têm mais possibilidade de adquiri-las cada vez mais.

Esse avanço na oferta e demanda crescente desses produtos e serviços fomenta a concorrência entre as empresas desse setor, fazendo com que essas companhias colaborem para o avanço das pautas de sustentabilidade e no cumprimento das metas da Agenda 2030.

 Além disso, a preferência dos consumidores em contratarem empresas que se preocupam com a sustentabilidade também aumentou consideravelmente nos últimos anos. Com isso, a adesão das empresas às energias renováveis se tornou fundamental para se ter um atributo competitivo a mais no mercado.

 Até 2021, o Brasil ocupava a sétima colocação em capacidade instalada de energia eólica, tendo 1 a cada 10 gigawatts (GW) consumidos no país vindo oriundo do “vento”.

 Já no caso da energia solar, o crescimento em seu uso também avança de forma relevante, embora represente apenas 1,7% da matriz energética total do Brasil. Sendo assim, este se torna um mercado promissor que ainda pode ter muito a crescer, favorecendo as empresas ligadas às energias renováveis e fomentando a geração de empregos pelo país.

As empresas estão buscando cada vez mais incorporar um modelo sustentável de produção que possa reduzir os impactos ambientais de suas atividades. Isso porque o aumento na emissão global de gás carbônico gera a necessidade de se seguir um caminho que evite esses efeitos devastadores ao meio ambiente. Portanto, a utilização de energias renováveis é uma das principais formas de alcançar esse objetivo.

Últimas Notícias

Ver mais
Com exportação para China, JBS investe R$ 150 milhões e duplica capacidade em frigorífico no MS
EXAME Agro

Com exportação para China, JBS investe R$ 150 milhões e duplica capacidade em frigorífico no MS

Há 11 horas

38 frigoríficos recém-habilitados pela China devem incrementar R$ 10 bi à balança brasileira
EXAME Agro

38 frigoríficos recém-habilitados pela China devem incrementar R$ 10 bi à balança brasileira

Há 12 horas

TCU absolve funcionários do BNDES no caso JBS
seloMercados

TCU absolve funcionários do BNDES no caso JBS

Há 3 dias

Arezzo (ARZZ3), Soma (SOMA3), JBS (JBSS3): o que movimenta as empresas na bolsa hoje
seloMercados

Arezzo (ARZZ3), Soma (SOMA3), JBS (JBSS3): o que movimenta as empresas na bolsa hoje

Há 2 semanas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais