Acompanhe:
seloNegócios

Etihad Airways, de Abu Dhabi, começa a operar no Brasil

Companhia aérea criada há apenas dez anos teve um aumento de lucro de 200% de 2011 para 2012. E agora, quer conquistar os brasileiros

Modo escuro

Continua após a publicidade
Etihad: voos três vezes por semana saindo de São Paulo a partir deste mês (Divulgacao)

Etihad: voos três vezes por semana saindo de São Paulo a partir deste mês (Divulgacao)

T
Tatiana Vaz

Publicado em 1 de junho de 2014 às, 19h54.

São Paulo – A Etihad Airways, companhia aérea de Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes, anunciou hoje que vai começar a operar no país, por conta do potencial de crescimento que o país deve ter nos próximos anos. O primeiro voo foi realizado entre São Paulo e Abu Dhabi às 18h20 no dia 1 de junho.

Neste mesmo horário, voos sairão de Guarulhos em todas as terças, quintas e sábado, todos operados por um Airbus A340-500. A aeronave conta com 240 assentos, sendo 12 na primeira classe, 28 na classe executiva e 200 na classe econômica. Dos cerca de 15.000 funcionários da empresa no mundo, 36 foram remanejados para atender essa rota.

A companhia irá conectar os brasileiros, via Abu Dhabi, para destinos populares na África do Sul, Golfo Árabe e Oriente Médio - e a ideia é conseguir espaço para operar diariamente a partir de outubro. Hoje, a empresa opera para 92 destinos em 57 países. A empresa ainda serve outros 325 destinos, por meio de voos indiretos, feito por meio de parcerias com outras companhias aéreas.

Novata lucrativa

A Etihad é uma companhia de aviação nova, com apenas dez anos de operação, mas que tem crescido muito desde então. De 2011 para 2012, o lucro da companhia saltou 200% de 14 milhões de dólares para 42 milhões de dólares. Foi o segundo ano de resultado positivo da companhia, cuja receita foi de 4,8 bilhões de dólares, valor 19% em relação ao ano anterior.

O número de passageiros também cresceu. Mais de 10 milhões de pessoas viajaram pela companhia no ano passado, número que cresceu 23% impulsionado pelas parceiras feitas pela empresa no último ano, como criação de alianças comerciais com a AirBerlin e Virgin Australia.

“Nossa preocupação não será trazer diferenciais de preço, mas diferenciais de qualidade. O mercado brasileiro continua crescendo e esperamos oferecer mais destinos e diferenciais para os passageiros brasileiros”, afirma Juan Torres, vice-presidente da América do Sul e diretor geral para a Etihad Airways Brasil.

Questionado sobre Abu Dhabi não ser um destino tão turístico como Dubai e, por consequência, mais popular o Brasil, o embaixador da região no Brasil afirmou que há sim muitas atrações na região, mas pouco divulgadas por enquanto no Brasil.

“Conhecemos muito pouco uns aos outros e queremos que isso mude, por meio da capacidade de nos ver e nos explorar mais, e a Etihad deve ajudar nisso”, disse João de Mendonça Lima Neto, embaixador brasileiro nos Emirados Árabes Unidos.

Para concorrer de igual com a Emirates, companhia área de Dubai que já opera desde 2007 no Brasil, a Etihad afirma que irá oferecer diferenciais aos passageiros no Brasil – mas não pode especificar, por enquanto, quais seriam esses diferenciais. 

Últimas Notícias

Ver mais
Sob nova direção, The Body Shop tem futuro incerto
Exame IN

Sob nova direção, The Body Shop tem futuro incerto

Há 5 horas

Marisa troca comando — de novo; ex-Riachuelo vai ser CEO
Exame IN

Marisa troca comando — de novo; ex-Riachuelo vai ser CEO

Há 11 horas

Delta lança voo para passageiros verem eclipse total do sol dentro do avião
Casual

Delta lança voo para passageiros verem eclipse total do sol dentro do avião

Há um dia

Passageiro de executiva pede café da manhã vegano e recebe uma única banana
Pop

Passageiro de executiva pede café da manhã vegano e recebe uma única banana

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais