Negócios

Estes são os 3 erros que você não pode cometer ao investir em uma franquia

Um dos pioneiros do Franchising no Brasil comenta os principais erros de quem está começando a investir nesse mercado; confira

 (Freepik/Reprodução)

(Freepik/Reprodução)

Isabel Rocha
Isabel Rocha

Jornalista

Publicado em 11 de junho de 2024 às 13h30.

Última atualização em 11 de junho de 2024 às 14h01.

Se você já pensou em ter o seu próprio negócio, provavelmente já ouviu dizer que abrir uma franquia pode ser uma maneira mais segura de começar.

Isso porque o suporte contínuo e a orientação oferecidos pelas franqueadoras, somado a segurança de investir em um modelo de negócio já testado, acabam proporcionando uma base sólida para quem ainda não possui muita experiência no mundo do empreendedorismo – aumentando significativamente as chances de sucesso do empreendimento.

Não à toa, a taxa de sobrevivência de franquias é surpreendentemente maior do que a de negócios independentes no país. Segundo dados do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), enquanto cerca de 80% das micro e pequenas empresas fecham as portas nos primeiros cinco anos, no mercado de franquias esse percentual gira em torno de 15%

Mas isso não significa que quem decide investir em uma franquia não esteja suscetível a erros. Veja os principais (e como evitálos!) abaixo.

3 erros(evitáveis) ao investir em uma franquia

1. Não realizar uma pesquisa adequada

Muitos novos franqueados subestimam a importância de uma pesquisa detalhada antes de escolher em qual ramo ou franquia investir. O problema é que, sem investigar profundamente o histórico da franquia, o suporte oferecido pela franqueadora e o mercado local, eles podem ser seduzidos promessas falsas de retornos rápidos.

“Tem gente profissional e gente não profissional em qualquer mercado. Se isso acontece com médicos, advogados, professores e engenheiros, por que não poderia acontecer com um franqueador? Então escolher bem o franqueador é fundamental”, aconselha Marcelo Cherto, fundador da primeira consultoria de franquias da América Latina.

Quer abrir uma franquia de sucesso? Nesta aula gratuita você aprendecomo dar os primeiros passos sem correr riscos

Um dos pioneiros do Franchising no Brasil, o executivo já realizou mais de 4.500 projetos de franquias para empresas dos mais diferentes segmentos e portes – como Samsung, Havaianas, Chilli Beans, O Boticário, Bob’s, Ipiranga, Bradesco Seguros, Banco BMG e outras.

Agora, com o objetivo de ajudar aqueles que querem dar os primeiros passos na área, ele apresentará uma masterclass gratuita  sobre o tema no próximo dia 24.(clique aqui para saber mais).

Alguns pontos que devem ser avaliados durante este processo são o histórico da franquia (verifique o sucesso de outros franqueados e a reputação da franqueadora no mercado) e o nível de suporte que você receberá dela. “Um bom franqueador, por exemplo, vai orientar você sobre os indicadores de desemprenho que devem monitorados no dia a dia do negócio”, destaca Cherto.

2. Ignorar os direcionamentos da franqueadora

Uma das principais vantagens de empreender em uma franquia é justamente a existência de um modelo de negócio testado e comprovado. Assim, seguir as orientações da franqueadora é fundamental para manter a consistência da marca e garantir que o negócio opere de acordo com os padrões que o tornaram bem-sucedido.

Por outro lado, ignorar as orientações relacionadas a precificação de produtos, processos operacionais ou diretrizes de marketing pode acabar arruinando seu investimento.

“Você investiu naquela franquia exatamente porque acredita que ela vai te dar os meios que você necessita para ser bem-sucedido. Então brigar com o franqueador é mais ou menos como teimar com o Waze: ele está ali te orientando por qual caminho seguir, você resolve fazer diferente e acaba caindo em um baita trânsito”, diz Cherto.

Como abrir uma franquia de sucesso? Clique aqui e descubra como conquistarótimos resultados já nos primeiros meses

3. Esperar que o negócio funcione sozinho

Empreender em uma franquia não é uma garantia de sucesso automático e administrar o negócio exige dedicação, comprometimento e trabalho árduo, especialmente no início.

Mas muitos novos franqueados acabam subestimando a importância de se fazer presente no dia a dia da empresa. Quanto a isso, Cherto é categórico: a supervisão e o acompanhamento constantes da liderança são fundamentais para o sucesso. “Se você não fizer a sua parte não vai acontecer”, diz.

Independentemente do apoio da franqueadora, não deixe de estar presente no dia a dia da operação e lembre-se de monitorar os indicadores financeiros e operacionais com atenção para identificar possíveis gargalos.

Como abrir a sua Franquia de Sucesso

No dia 24 de junho, Marcelo Cherto apresentará a masterclass COMO ABRIR A SUA FRANQUIA DE SUCESSO, um treinamento virtual e totalmente gratuito em que os participantes serão apresentados a um plano prático para começar a empreender e abrir a sua própria franquia no setor que preferir.

Para participar, basta realizar a sua inscrição na página oficial do projeto clicando aqui.

QUERO ACOMPANHAR A MASTERCLASS COM MARCELO CHERTO GRARTUITAMENTE!

  • Este conteúdo é apresentado por Faculdade EXAME
Acompanhe tudo sobre:branded marketing

Mais de Negócios

Empreendendo no mercado pet, ele saiu de R$ 50 mil para R$ 1,8 milhão. Agora, aposta em franquias

Ele quer chegar a 100 lojas e faturar R$ 350 milhões com produtos da Disney no Brasil

Shopee ultrapassa Amazon e se torna segundo e-commerce mais acessado do Brasil em maio; veja a lista

Por que a Cimed está disposta a pagar R$ 450 milhões pela Jequiti

Mais na Exame