Acompanhe:
seloNegócios

Entenda por que o Gol, o carro mais vendido por 20 anos no Brasil, vai sair de linha

Volkswagen explica que modelo não é compatível com as novas regras brasileiras quanto a emissão de poluentes e segurança

Modo escuro

Continua após a publicidade
Carro: Gol de quase 60.000 reais (Divulgação/Divulgação)

Carro: Gol de quase 60.000 reais (Divulgação/Divulgação)

A
Agência O Globo

Publicado em 27 de dezembro de 2022 às, 16h44.

Última atualização em 27 de dezembro de 2022 às, 17h17.

Modelo mais vendido no Brasil por 20 anos, o Gol vai deixar de ser fabricado. A Volkswagen anunciou que vai descontinuar também a produção do Voyage, outro modelo popular no mercado de automóveis brasileiro. Segundo a montadora, os veículos são incompatíveis com as novas regulamentações de emissões e segurança do país.

Veículo mais produzido, mais vendido e mais exportado da história do mercado nacional — foram 8 milhões em 42 anos — o Gol terá uma edição limitada de despedida, com apenas mil unidades. A versão Gol Last Edition foi desenvolvida pelo time de Design da Volkswagen do Brasil e encabeçada pelo chefe de Design da Volkswagen na América do Sul, José Carlos Pavone.

A produção do Voyage, que chegou a ser interrompida por alguns anos, soma mais 1,5 milhão de unidades.

O serviço de reposição de peças permanecerá normalmente, já que há um acordo que determina que as montadoras devem oferecer peças para troca pelo prazo de dez anos para veículos que saem de linha.

Veja o que impede a continuidade dos modelos

Poluição

Os modelos não estão enquadrados nas regras do Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores (Proconve), que estabelece limites de emissões de gases poluentes de forma a garantir a qualidade do ar nas grandes cidades brasileiras. As regras entrarão em vigor para todas as novas vendas e registros em 1º de janeiro de 2023.

Segurança

Nem o Gol nem o Voyage cumprem os requisitos estabelecidos na nova regulamentação de segurança brasileira que estabelece que todos os veículos zero-quilômetro serão obrigados a incluir equipamentos que hoje são opcionais, como proteção contra impactos frontais a partir de 2024.

Guinada

Após encerrar a produção no país, a montadora quer exportar serviços de pesquisa e tecnologia a partir do Brasil

Alternativa

Para substituir os dois modelos populares da marca, a Volks aposta no novo Polo Track que tem quatro air bags, sendo dois frontais e dois laterais nos bancos dianteiros; assistente para partida em aclives e subidas; controle eletrônico de estabilidade (ESC); sistema para fixação de assento de criança; alerta de afivelamento de cinto de segurança para todas as posições; bloqueio eletrônico do diferencial, entre outros.

Investimento

O lançamento do Polo Track faz parte da estratégia de investimento da montadora de R$ 7 bilhões até 2026 na América Latina. No novo modelo será vendido em seu pré-lançamento pelo mesmo preço do Gol 1.0 MPI, R$ 79.990, incluindo adicionais como sistema de som com bluetooth, volante multifuncional, computador de bordo, entradas USB e antena de teto.

LEIA TAMBÉM: 

Últimas Notícias

Ver mais
Como os carros voadores podem ser na vida real? Veja vídeo
Tecnologia

Como os carros voadores podem ser na vida real? Veja vídeo

Há um dia

Praia, cidade ou montanha: três carros ideias para a sua próxima viagem
Casual

Praia, cidade ou montanha: três carros ideias para a sua próxima viagem

Há 3 dias

Asfalto ou off road: confira três carros ideias para a sua próxima viagem
seloRevista Exame

Asfalto ou off road: confira três carros ideias para a sua próxima viagem

Há 6 dias

Como o Grupo Stellantis, dono de Fiat e Jeep, quadruplicou o volume de vendas digitais
seloRevista Exame

Como o Grupo Stellantis, dono de Fiat e Jeep, quadruplicou o volume de vendas digitais

Há 6 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais