Negócios

Empresas brasileiras invadem a COP26 e movem a pauta para além do carbono

JBS tem novo plano de redução de metano; Natura e JGP e mais empresas também estão na COP26

COP26: empresas brasileiras marcam presença (Getty Images) (PAUL ELLIS/Getty Images)

COP26: empresas brasileiras marcam presença (Getty Images) (PAUL ELLIS/Getty Images)

Marina Filippe

Marina Filippe

Publicado em 3 de novembro de 2021 às 17h45.

Última atualização em 5 de novembro de 2021 às 12h29.

*De Glasgow, na Escócia

A quarta-feira, 3, na COP26, a Conferência das Partes, foi marcada por anúncios que apontam como esta é, de fato, a COP das ações, que cobra demandas urgentes em relação às mudanças climáticas.

Um exemplo disto vem da Aliança Financeira de Emissões Zero de Glasgow, um grupo que inclui todos os grandes bancos ocidentais, assim como seguradoras e administradores de ativos, anunciou que empresas responsáveis pela administração de 130 trilhões de dólares de capital, o equivalente a 40% dos ativos financeiros do mundo, comprometeram-se a assumir uma "parcela justa" da descarbonização.

E não são apenas os governos que estão reforçando seus investimentos. As empresas também têm grande papel neste cenário, incluindo as brasileiras.

Já a JBS teve participação com o presidente Gilberto Tomazoni, que abordou o plano da companhia em busca de ser Net Zero, ou seja, de ter emissões zero de gases de efeito estufa. Para isto, a empresa promete anunciar amanhã um plano de redução de gases metano, grande gargalo da indústria de bovinos. 

Exame na COP

A Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança Climática (UNFCCC) é um tratado internacional com o objetivo de estabilizar as concentrações de gases de efeito estufa na atmosfera.

Uma das principais tarefas da COP é revisar as comunicações nacionais e os inventários de emissões apresentados por todos os países membros e, com base nessas informações, avaliar os progressos feitos e as medidas a serem tomadas.

Para além disto, líderes empresariais, sociedade civil e mais, se unem para discutir suas participações no tema. Neste cenário, a EXAME atua como parceira oficial da Rede Brasil do Pacto Global, da Organização das Nações Unidas.

yt thumbnail
Acompanhe tudo sobre:COP26Exame na COP26JBSNatura

Mais de Negócios

Justiça aprova plano de recuperação extrajudicial da Casas Bahia

De pequena lanchonete à franquia bilionária: o que o sucesso do McDonald’s ensina aos empreendedores

Desenrola Pequenos Negócios renegocia R$ 1,25 bilhão até 12 de junho

Executivos veem a inteligência artificial como um “divisor de águas”

Mais na Exame