Acompanhe:
seloNegócios

É possível aumentar a qualidade de serviços e reduzir custos com uma única estratégia

Líderes de Centros de Serviços Compartilhados (CSC) se reúnem na sede da EXAME para discutir case e desafios

Modo escuro

Continua após a publicidade
Líderes de CSCs se reúnem na sede da Exame para discutir a Inteligência Artificial nos Centros de Serviços Compartilhados (Exame/Divulgação)

Líderes de CSCs se reúnem na sede da Exame para discutir a Inteligência Artificial nos Centros de Serviços Compartilhados (Exame/Divulgação)

No mundo dos negócios o que não faltam são estratégias para reduzir custos, mas poucas são as que conseguem unir aumento na qualidade de serviços e eficiência operacional, além de proporcionar maior controle e escalabilidade.

Não à toa, cada vez mais empresas têm transformado seu modelo de gestão para inserir os Centros de Serviços Compartilhados (CSC), uma estratégia empresarial que concentra determinadas atividades e serviços em um único local ou departamento, a fim de atender às várias unidades ou filiais. Estima-se que, no Brasil, cerca de 300 empresas já tenham criado seus CSCs.  

LIVE CULTURA DE APRENDIZAGEM: 

Desenvolva talentos e dobre a performance na

sua empresa com uma cultura de aprendizagem forte

Embora estes centros tragam muitos benefícios, tanto para as empresas quanto para os colaboradores, a evolução das inteligências artificiais no mercado de trabalho tem levantado dúvidas sobre como o setor pode se adaptar.

Segundo pesquisa realizada pela Dell Technologies, cerca de 45% dos profissionais temem ficar obsoletos, visto que o mercado tem mudado muito rápido.

Então, como adaptar as mudanças do mercado à realidade da empresa? 

Life long learning: A importância de continuar aprendendo

Esse foi o tema do Lunch&Learn, evento realizado pela Witseed, com especialistas da EXAME, na terça-feira, dia 13 de junho que reuniu diversas lideranças de CSCs do país. A iniciativa procurava discutir a inteligência artificial nos Centros de Serviços Compartilhados de forma descontraída, com foco nos testes e avanços. 

Uma das discussões foi pautada por um case da Arteris, empresa especializada em gestão de rodovias presente em cinco estados do país e que faz uso dos Centros de Serviços Compartilhados já há algum tempo. Apresentado por Priscilla Bilecki, os presentes puderam ouvir sobre Digitalização e Humanização, parceria realizada pelo RH e o Núcleo de Soluções da Arteris.  

“Uma conversa de alto nível, inspiradora e de muito aprendizado sobre inteligência artificial”, disse Priscilla sobre o evento em suas redes sociais. 

Metaverso: a integração das principais tecnologias do nosso tempo

Dentre os líderes presentes, há consenso de que não basta simplesmente adentrar qualquer tendência do mercado, é preciso o fazer com inteligência.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
O dilema da IA: ela acelera tarefas, mas atrasa a conclusão do trabalho que devia ter sido autoral
seloCarreira

O dilema da IA: ela acelera tarefas, mas atrasa a conclusão do trabalho que devia ter sido autoral

Há 6 horas

Entenda regras do TSE para uso de inteligência artificial nas eleições
Brasil

Entenda regras do TSE para uso de inteligência artificial nas eleições

Há 11 horas

Pratique seu speaking com Inteligência Artificial
seloCarreira

Pratique seu speaking com Inteligência Artificial

Há um dia

Casa de análise abre treinamento para buscar até R$ 100 mil com opções
seloOnde Investir

Casa de análise abre treinamento para buscar até R$ 100 mil com opções

Há 2 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais