Negócios

Disney tenta tranquilizar produtores da Fox TV antes de fusão

Em dezembro a Disney anunciou planos de adquirir o estúdio da Fox TV, os canais a cabo FX e National Geographic e outros ativos do conglomerado

Sr. Burns, de "Os Simpsons" (Reprodução/Reprodução)

Sr. Burns, de "Os Simpsons" (Reprodução/Reprodução)

R

Reuters

Publicado em 5 de janeiro de 2018 às 16h43.

Pasadena, Estados Unidos - Executivos da Walt Disney expressaram seu apoio à programação adulta do estúdio de televisão Fox, e seu desenvolvimento continua normalmente enquanto uma proposta de fusão é analisada por órgãos reguladores, disseram executivos e produtoras da Fox na quinta-feira.

Em dezembro a Disney anunciou planos de adquirir o estúdio da Fox TV, os canais a cabo FX e National Geographic e outros ativos do conglomerado Twenty-First Century Fox de Rupert Murdoch.

A Fox produz comédias adultas ousadas como "Family Guy" e dramas violentos como "American Horror Story", que contrastam com os filmes e programas mais infantis da Disney.

Ryan Murphy, produtor de vários sucessos da Fox e da FX, incluindo "American Horror Story", disse ter recebido um telefonema do diretor-executivo da Disney, Bob Iger, e ter sido honesto a respeito de suas preocupações.

"As coisas que faço não são especificamente Disney", Murphy disse ter afirmado a Iger. "Estou preocupado com isso. Será que terei que colocar o Mickey Mouse em 'American Horror Story?'"

Iger respondeu que a Disney está interessada em comprar a Fox por acreditar em seus produtos, executivos e criadores, disse Murphy em uma reunião da Associações de Críticos de Televisão, na qual as emissoras divulgam seus próximos programas.

Murphy disse que irá esperar para decidir se continuará trabalhando na Fox após a fusão, mas acrescentou que tem boas esperanças para o futuro do canal. Ele observou que Iger teve sucesso ao integrar a Pixar Animation Studios e a Marvel Entertainment "mantendo suas comunidades intactas".

Acompanhe tudo sobre:acordos-empresariaisDisneyEmpresasFoxFusões e AquisiçõesMídia

Mais de Negócios

Justiça aprova plano de recuperação extrajudicial da Casas Bahia

De pequena lanchonete à franquia bilionária: o que o sucesso do McDonald’s ensina aos empreendedores

Desenrola Pequenos Negócios renegocia R$ 1,25 bilhão até 12 de junho

Executivos veem a inteligência artificial como um “divisor de águas”

Mais na Exame