Negócios

Diretor reduz salário para aumentar salários de funcionários

Diretor americano decidiu reduzir o próprio salário em 14 vezes para aumentar o salário mínimo anual em sua empresa

Dan Price, de 30 anos, fundador da Gravity Payments: aumento salarial será realizado de forma progressiva (JOSE MANDOJANA/AFP)

Dan Price, de 30 anos, fundador da Gravity Payments: aumento salarial será realizado de forma progressiva (JOSE MANDOJANA/AFP)

DR

Da Redação

Publicado em 16 de abril de 2015 às 17h10.

Golpe publicitário ou tomada de consciência sobre as desigualdades salariais? Um jovem diretor americano decidiu reduzir em 14 vezes a sua remuneração para aumentar a 70.000 dólares o salário mínimo anual em sua companhia.

Dan Price, de 30 anos, fundador da Gravity Payments, uma sociedade de serviços de pagamento, anunciou na segunda-feira sob uma chuva de aplausos a boa notícia a seus 120 funcionários.

O vídeo pode ser visto no YouTube e no site do The New York Times.

"O que quero anunciar hoje é que vamos adotar, com efeito imediato, uma política salarial que institui um salário mínimo de 70.000 dólares para todos os que trabalham aqui", declarou Price.

Esse aumento salarial será realizado de forma progressiva, durante os próximos três anos.

Nesse ano, os salários mais baixos, de, em média, 48.000 dólares por ano, superarão os 50.000, e se espera que cheguem a 70.000 em dezembro de 2017, informou o empresário.

A medida, contudo, tem um preço: Price planeja financiá-la reduzindo quase 14 vezes sua própria remuneração, que passará de quase um milhão de dólares para 70.000 dólares anuais. Ele também recorrerá aos cerca de 2 milhões de dólares de lucros obtidos em 2014 pela companhia.

"Meu salário era realmente muito alto (por isso) decidi reduzi-lo ao nível do salário mínimo e continuará assim até que a gente recupere os lucros que tínhamos antes dessa mudança de política salarial", explicou Price, que dirige um velho Audi de 12 anos e vive em um apartamento de três quartos em Seattle.

Seu anúncio, que chegou a vários jornais dos EUA, ocorre em meio a um debate sobre as desigualdades salariais entre funcionários e diretores.

Acompanhe tudo sobre:EmpresasSalário mínimoSaláriosSalários de executivos

Mais de Negócios

Problemas complexos estão travando a sua empresa? Veja 5 dicas para gerenciá-los

Ele vendia trufas e hoje fatura R$ 80 milhões com a maior rede de pilates da América Latina

Ronaldo pode vender clube espanhol por um quarto do valor embolsado com o Cruzeiro

Mora no exterior e quer doar recurso ao RS? Agora é possível através destas instituições financeiras

Mais na Exame