Negócios

Danone aposta no setor de alimentos saudáveis para impulsionar crescimento

Maior fabricante de iogurte do mundo está contando com as categorias de alimentos de crescimento rápido como probióticos, alimentos orgânicos e água

Danone: companhia francesa espera reduzir os custos em € 1 bilhão até 2020 (Danone/Divulgação)

Danone: companhia francesa espera reduzir os custos em € 1 bilhão até 2020 (Danone/Divulgação)

R

Reuters

Publicado em 22 de outubro de 2018 às 16h32.

Paris - A Danone está apostando em sua expansão no lucrativo segmento de alimentação saudável para registrar um crescimento de vendas superior ao desempenho das rivais na próxima década.

A maior fabricante de iogurte do mundo disse em um seminário para investidores em Londres nesta segunda-feira, 22, que está contando com as categorias de alimentos de crescimento rápido como probióticos, alimentos orgânicos e água para oferecer "crescimento superior sustentável de rentabilidade" até 2030.

A francesa fabricante de água Evian e iogurte Activia também disse que está em vias de entregar 1 bilhão de euros em redução de custos até 2020 e que mantém as metas de maior crescimento de vendas e margens de lucro para 2020.

À medida que mais consumidores optam por dietas mais saudáveis, eles estão preparados para pagar um prêmio por tentar buscar um estilo de vida mais socialmente responsável. A Danone - assim como a Nestlé, uma de suas rivais - tem procurado reconstruir a confiança dos consumidores em grandes empresas de alimentos.

No ano passado, por exemplo, a companhia comprou a produtora norte-americana de alimentos orgânicos WhiteWave - em uma transação de 12,5 bilhões de dólares - para impulsionar o crescimento e aproximar a empresa das atuais tendências alimentares mais saudáveis.

A Danone vem intensificando os esforços para atrair jovens consumidores com produtos que contêm probióticos, proteínas e ingredientes à base de plantas, todas as categorias de produtos em rápido crescimento.

Um dos exemplos é o Activia, produto que a empresa introduziu nos Estados Unidos e tem procurado lançar em outros mercados.

Acompanhe tudo sobre:AlimentaçãoDanoneIndústrias de alimentosIogurte

Mais de Negócios

A nova aposta da WeWork: andares exclusivos para empresas

Previsão é que produção de calçados esteja normalizada no RS até fim de junho

Novo CEO do iFood: o crescimento não virá de novos negócios, mas do aumento da frequência

Para além do marombeiro: rede de academias do Nordeste faz R$ 300 milhões "brigando contra o sofá"

Mais na Exame