Negócios

'Concorde sustentável': United Airlines quer voar com aviões supersônicos

Se o avião, batizado de Overture, atender a todas as normas, poderá transportar passageiros a partir de 2029 com o dobro da velocidade dos aviões comerciais mais rápidos

United Airlines: segundo a Boom Supersonic, o Overture sera apresentado em 2025, voará pela primeira vez em 2026 e começará a transportar passageiros em 2029 (AFP/AFP)

United Airlines: segundo a Boom Supersonic, o Overture sera apresentado em 2025, voará pela primeira vez em 2026 e começará a transportar passageiros em 2029 (AFP/AFP)

A

AFP

Publicado em 4 de junho de 2021 às 07h03.

Última atualização em 10 de junho de 2021 às 12h56.

A companhia aérea United Airlines anunciou planos de comprar da start-up Boom Supersonic 15 aviões supersônicos, e renovou a perspectiva de viagens rápidas, após o encerramento das operações do Concorde, em 2003.

Se o aparelho, batizado de Overture, atender a todas as normas, poderá transportar passageiros a partir de 2029 com o dobro da velocidade dos aviões comerciais mais rápidos.

Segundo Jon Ostrower, editor da publicação especializada "Air Current", o anúncio representa uma mudança de tendência na indústria. "Na última vez em que a United encomendou um avião supersônico, o homem ainda não havia pisado na Lua", tuitou. "A United vai na contramão da tendência das companhias aéreas mais consistente dos últimos 50 anos: o desejo de voar mais barato, e não de forma mais rápida."

Segundo a Boom Supersonic, o Overture sera apresentado em 2025, voará pela primeira vez em 2026 e começará a transportar passageiros em 2029. Ele funcionará 100% a base de combustível sustentável para aviões (sustainable aviation fuel, SAF).

Nenhuma das empresas divulgou os detalhes financeiros do acordo. Além do custo de desenvolvimento do aparelho, a fabricante terá que superar outros obstáculos, como as reticências envolvendo os problemas sonoros ligados aos aviões que cruzam a barreira do som.

  • Quais são as tendências entre as maiores empresas do Brasil e do mundo? Assine a EXAME e saiba mais.
Acompanhe tudo sobre:Aviõescompanhias-aereasUnited Airlines

Mais de Negócios

Fórmula secreta? Como a Disney reinventou sua gestão financeira para continuar no topo

Depois de faturar R$ 300 milhões no Brasil, a Asper quer combater crimes digitais nos Estados Unidos

Em masterclass gratuita, Marcelo Cherto ensina o passo a passo para abrir uma franquia de sucesso

Vai um hambúrguer aí? Mania de Churrasco fatura R$ 114 milhões com lanches

Mais na Exame