Acompanhe:
seloNegócios

Com fim da crise, Via Varejo deve divulgar lucro

ÀS SETE - A expectativa é de uma melhora nos números da dona das Casas Bahia e do Ponto Frio, com vendas impulsionadas pelo comércio digital

Modo escuro

Continua após a publicidade
Via Varejo: é esperado que a companhia apresente um faturamento de 7,6 bilhões de reais, alta de 17,5% ante o último trimestre de 2016 (André Battibugli/Exame)

Via Varejo: é esperado que a companhia apresente um faturamento de 7,6 bilhões de reais, alta de 17,5% ante o último trimestre de 2016 (André Battibugli/Exame)

E
EXAME Hoje

Publicado em 19 de fevereiro de 2018 às, 06h32.

Última atualização em 19 de fevereiro de 2018 às, 07h18.

Na onda da recuperação que o varejo teve em 2017, com alta de 2% depois de dois anos seguidos de queda, a Via Varejo, dona de Casas Bahia e Ponto Frio, apresenta seu relatório do último trimestre do ano passado nesta segunda-feira. A expectativa é de uma melhora nos números da empresa, com vendas impulsionadas pelo comércio digital. 

Às Sete – um guia rápido para começar seu dia

Leia também estas outras notícias da seção Às Sete e comece o dia bem informado:

Segundo o banco BTG Pactual, é esperado que a companhia apresente um faturamento de 7,6 bilhões de reais, alta de 17,5% ante o último trimestre de 2016. O lucro líquido é estimado em 121 milhões de reais, revertendo o prejuízo de 255 milhões apresentado em 2016.

Para o banco, o maior impulso para o lucro veio da empresa de e-commerce CNova, subsidiária que melhorou suas operações e teve uma margem de cerca de 20% comparada ao ano anterior.

A CNova implantou um projeto de revisão de processos e ferramentas e passou a fazer atendimento das vendas online pelo aplicativo Whatsapp, por exemplo.

Apesar disso, o desempenho da Via Varejo deve ficar aquém da principal concorrente Magazine Luiza, que deve apresentar um aumento de 45% nas vendas online. As varejistas brasileiras também olham com receio a expansão da gigante americana Amazon, que no ano passado expandiu seu market place no Brasil e agora já negocia um galpão maior para ampliar os negócios por aqui.

Quando a Amazon anunciou seu market place de eletrônicos no ano passado, as ações de Via Varejo, Magazine Luiza e B2W caíram com força na B3. A competição com o Mercado Livre, gigante do ecommerce na América Latina, também é cada vez mais acirrada. 

Quando a crise bateu, o Grupo Pão de Açúcar, dono da Via Varejo, falou em vender a empresa. As conversas parecem ter esfriado e o grupo já afirmou que não tem pressa na venda. 

Últimas Notícias

Ver mais
Como a Livelo alcançou lucro líquido de mais de R$ 1 bilhão em 2023 
Um conteúdo Bússola

Como a Livelo alcançou lucro líquido de mais de R$ 1 bilhão em 2023 

Há 2 dias

UnitedHealth tem prejuízo de US$ 1,41 bi no 1T24, mas surpreende no resultado ajustado
seloMercados

UnitedHealth tem prejuízo de US$ 1,41 bi no 1T24, mas surpreende no resultado ajustado

Há 3 dias

Johnson & Johnson tem lucro de US$ 5,35 bi e US$ 21,38 bi em vendas no 1T24
seloMercados

Johnson & Johnson tem lucro de US$ 5,35 bi e US$ 21,38 bi em vendas no 1T24

Há 3 dias

Morgan Stanley tem lucro de US$ 3,4 bilhões e receita de US$ 15,1 bilhões no 1T24
seloMercados

Morgan Stanley tem lucro de US$ 3,4 bilhões e receita de US$ 15,1 bilhões no 1T24

Há 3 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais