Negócios

Coca-Cola investirá R$ 2,5 bi no Brasil em 2011

Empresa pretende ampliar o portfólio e se dedicar à sustentabilidade como estratégias para se tornar mais competitiva no país

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 9 de fevereiro de 2011 às 14h32.

São Paulo – A companhia de bebidas Coca-Cola anunciou nesta quarta-feira (9/2), que destinará 2,5 bilhões de reais em investimentos no Brasil. No ano passado o valor foi 300.000 reais mais baixo. A quantia faz parte do total de 11 bilhões de reais reservados ao Brasil no período de 2010-2014. “O país tem cumprido seu papel no atual cenário global, onde estão cada vez mais evidentes suas demonstrações de fôlego para crescer e abrigar negócios bem-sucedidos, baseados em seus fundamentos”, afirmou em comunicado, Xiemar Zarazúa, presidente da Coca-Cola Brasil.

No último trimestre de 2010, o aumento das vendas no Brasil chegou a 7%. Com o resultado, a companhia atingiu um faturamento de 17,7 bilhões de reais, o que confirma crescimento contínuo da empresa no país durante 27 trimestres consecutivos. No mundo, as vendas cresceram 5% no ano e 6% no quarto trimestre de 2010. O crescimento na América Latina o salto foi de 5% no ano e 5% no último período.

Diversificar para crescer - “Nosso grande desafio é continuar ampliando o portfólio para atender as demandas dos atuais e futuros consumidores”, diz Zarazúa. Para isso, no ano passado a Coca-Cola Brasil deu o primeiro passo rumo à garrafa sustentável do futuro ao se tornar pioneira no lançamento da PlantBottle na América Latina. Feita com 30% de seu material à base de planta, a embalagem tem reduzido a dependência da empresa em relação aos recursos não-renováveis, além de diminuir em até 20% as emissões de gás carbônico.

A sustentabilidade, aliás, é uma forma de se tornar mais competitiva. “Além disso, é também um motor de crescimento, já que leva a empresa a ser mais inovadora ao pensar em soluções fora dos padrões habituais do negócio”, disse Marco Simões, vice-presidente de Comunicação e Sustentabilidade da Coca-Cola Brasil. Em abril, foi inaugurada a primeira fábrica verde de refrigerantes do Sistema Coca-Cola na América Latina, em Maceió. A Conviver Bebidas e Alimentos foi construída no conceito de planta verde, o que garante a implantação de práticas da construção sustentável, como iluminação e ventilação artificiais, que economizam energia e reduzem emissão de carbono.

A escolhida da FIFA – No ano passado, a empresa lançou a Powerade, bebida esportiva escolhida pela FIFA para a hidratação dos atletas no mundial da África do Sul. “Além do lançamento do novo produto, a Copa do Mundo é a maior oportunidade de conexão para a Coca-Cola. Ao longo de 2010, realizamos atividades relacionadas a futebol como nossos consumidores, praticamente todos os meses”, afirma Feres, diretora de Marketing de Coca-Cola.

Entre as ações relacionadas à Copa do Mundo estão o Tour da Taça FIFA por Coca-Cola, que passou pelo Rio de Janeiro e São Paulo; e 35 eventos para o grande público, entre eles o Fifa Fan Fest; além de promoções e campanhas específicas das marcas Coca-Cola e Powerade. 

Acompanhe tudo sobre:BebidasCoca-ColaEmpresasEmpresas americanasRefrigerantes

Mais de Negócios

A malharia gaúcha que está produzindo 1.000 cobertores por semana — todos para doar

Com novas taxas nos EUA e na mira da União Europeia, montadoras chinesas apostam no Brasil

De funcionária fabril, ela construiu um império de US$ 7,1 bilhões com telas de celular para a Apple

Os motivos que levaram a Polishop a pedir recuperação judicial com dívidas de R$ 352 milhões

Mais na Exame