Acompanhe:
seloNegócios

Jensen Huang, o CEO americano da Nvidia, a empresa de chips do Vale do Silício, viralizou após visitar funcionários em Xangai em janeiro. 

Huang, de 60 anos, foi criado no Oregon e está entre os homens mais ricos do mundo, mas ele chamou atenção por causa das suas habilidades na pista de dança. Ele foi convidado a dançar uma canção chinesa, e apareceu em um vídeo vestindo um colete floral.

"Os movimentos dele estavam meio rígidos e suas pernas e braços estavam descoordenados", disse David Chen, um engenheiro da Nvidia em Xangai, ao Wall Streeet Journal. Mesmo assim, ele diz que agora se sente mais conectado à empresa. Para Chen, a personalidade de um líder corporativo define o tom para a equipe.

A prática de ter executivos entretendo colaboradores na China é ainda mais comum durante as festas de Ano Novo Lunar. As comemorações para funcionários geralmente envolvem mestres de cerimônias, geralmente os líderes das empresas. Dançar e cantar são maneiras socialmente aceitáveis ​​para os executivos parecerem acessíveis na China.

Uma apresentação famosa foi a do co-fundador do Alibaba Group, Jack Ma, que usou uma jaqueta de couro preta para cantar uma popular canção do rock chinês para 60.000 funcionários em um estádio. Ele celebrava sua aposentadoria e o 20º aniversário do Alibaba em 2019.

Exportação de molejo

Não é a primeira vez que um CEO norte-americano arrisca passos de dança. O fundador da Tesla, Elon Musk, começou dançou enquanto estava no palco na China no início de 2020, celebrando as primeiras entregas dos sedãs Model 3 feitos na fábrica da Tesla em Xangai.

Mais tarde, ele tweetou um clipe de 18 segundos de sua dança, chamando-a de "NSFW", sigla para "não seguro para o trabalho", em inglês.

Fora das apresentações de trabalho, os CEOs norte-americanos também já mostraram seus movimentos em casa. O co-fundador da Apple, Steve Wozniak, dançou no programa de competição "Dancing With The Stars", assim como o bilionário empreendedor Mark Cuban. O co-fundador da Microsoft, Bill Gates, fez uma dancinha em que imitava um robô em um comercial de TV.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Pasta do Comércio da China se compromete a ajudar empresas e a impulsionar demanda doméstica
Economia

Pasta do Comércio da China se compromete a ajudar empresas e a impulsionar demanda doméstica

Há um dia

Biden diz que irá investigar carros chineses sob suspeita de espionagem
Mundo

Biden diz que irá investigar carros chineses sob suspeita de espionagem

Há um dia

Troca de comando e Projeto Cerrado em ação: a nova fase da Suzano pós-Schalka
Exame IN

Troca de comando e Projeto Cerrado em ação: a nova fase da Suzano pós-Schalka

Há 2 dias

Startup chinesa Nio se une à China Southern Power Grid para construir rede de troca de bateria
Tecnologia

Startup chinesa Nio se une à China Southern Power Grid para construir rede de troca de bateria

Há 3 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais