Carrefour deve ser agente contra racismo, diz Abilio Diniz

O terceiro maior acionista da empresa se disse profundamente triste e indignado com a morte de João Alberto em Porto Alegre

Abilio Diniz, terceiro maior acionista do Carrefour (dono de 10% das ações com direito a voto) e membro do conselho de administração da empresa na França, se pronunciou sobre a morte de João Alberto em uma loja da empresa em Porto Alegre na última semana. Para Diniz, “o racismo é execrável e inaceitável e devemos combatê-lo sempre, com toda a força”. Por isso, o acionista pede que o Carrefour se organize para ser um agente transformador na luta contra o racismo estrutural no Brasil e no mundo.

A morte de João Aberto, que aconteceu na quinta-feira e foi ocasionada por espancamento pelo time de segurança do Carrefour, foi descrita por Diniz como uma tragédia e enorme brutalidade. O acionista se disse profundamente triste e indignado.

Após o corrido, o presidente do Carrefour Brasil, Noel Prioux, se pronunciou e firmou um compromisso de combater o racismo estrutural com um comitê interno dedicado a esse trabalho, além de prometer mais medidas que serão anunciadas pela companhia nos próximos dias. A morte de João Alberto levou a protestos e lojas quebradas.

Segundo o Carrefour Brasil, 57% dos colaboradores da companhia são negras e negros, e mais de um terço dos gestores se declaram pretos ou pardos. Da abertura ao fechamento, a ação do Carrefour teve queda de 2,6% na sexta-feira (20).

 

Espera! Tem um presente especial para você.

Uma oferta exclusiva válida apenas nesta Black Friday.

Libere o acesso completo agora mesmo com desconto:

exame digital

R$ 15,90/mês

R$ 6,36/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

R$ 40,41/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.