Cade aprova operação entre Petrobras e São Martinho

O grupo São Martinho incorporará os 49% de participação da petroleira na empresa Nova Fronteira Bioenergia

Brasília – O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou operação entre a Petrobras e a São Martinho no ramo de biocombustíveis. A aprovação, sem restrições, foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira, 12.

Pela operação, o grupo São Martinho, um dos maiores produtores de açúcar e álcool do País, incorporará os 49% de participação da petroleira na empresa Nova Fronteira Bioenergia.

Em troca, a Petrobras receberá 6,59% do capital total da São Martinho. As ações devem ser vendidas pela estatal em mercado “de maneira estruturada”, de acordo com comunicado divulgado no início de dezembro.

O acordo começou a ser discutido há mais de um ano e faz parte do movimento da Petrobras de sair de negócios que não são considerados estratégicos pela empresa. O valor da transação é avaliado em cerca de US$ 133 milhões.

Petrobras Biocombustíveis e São Martinho formaram a joint venture em 2010 e criaram a Nova Fronteira, controladora da Usina Boa Vista (GO).

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.