Negócios

Cade aprova aquisição da World Duty Free pela Dufry

Operação, que consiste na compra de 50,1 por cento da companhia pela Dufry e posterior oferta pelas ações remanescentes, foi anunciada no fim de março

Dufry: a Dufry disse na época que esperava levantar um total de 3,6 bilhões de euros para financiar a transação (Divulgação)

Dufry: a Dufry disse na época que esperava levantar um total de 3,6 bilhões de euros para financiar a transação (Divulgação)

DR

Da Redação

Publicado em 28 de maio de 2015 às 09h40.

Última atualização em 17 de setembro de 2020 às 18h52.

São Paulo - O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou sem restrições a aquisição da italiana World Duty Free pela suíça Dufry, segundo publicação no Diário Oficial da União desta quinta-feira.

A operação, que consiste na compra de 50,1 por cento da companhia pela Dufry e posterior oferta pelas ações remanescentes, foi anunciada no fim de março.

A Dufry disse na época que esperava levantar um total de 3,6 bilhões de euros para financiar a transação.

No Brasil, a WDF atua apenas por meio de lojas "duty-free" nos setores de embarque e desembarque internacional do Aeroporto Internacional de Belém, onde a Dufry possui apenas uma loja "duty paid", segundo documento do Cade.

Acompanhe tudo sobre:AeroportosCadeDufryDuty FreeEmpresasSetor de transporteTransportesVarejo

Mais de Negócios

Eles passaram a vender lanche na garagem durante a pandemia. Agora fazem R$ 6 milhões com hambúrguer

Gestor consegue identificar comportamentos arriscados e evitar acidentes, diz VP da Geotab

O Brasil pode exportar peças para veículos? Essa é a aposta da Bosch após vender R$ 9,8 bilhões aqui

Startup do Amapá capta R$ 3 milhões e já tem R$ 30 milhões para emprestar na Amazônia

Mais na Exame