Acompanhe:
seloNegócios

Brasileiro gosta de Halloween? Esta loja de fantasias aposta na data e espera faturar R$ 6 milhões

Data representa 30% da receita anual da Abrakadabra, loja de fantasias fundada em 2007

Modo escuro

Continua após a publicidade
Abrakacabra: varejista de fantasias, acessórios e itens decorativos aposta no crescimento do Halloween no Brasil (Divulgação/Getty Images)

Abrakacabra: varejista de fantasias, acessórios e itens decorativos aposta no crescimento do Halloween no Brasil (Divulgação/Getty Images)

Festas de Halloween estão cada vez mais presentes no calendário de crianças e adultos em todo país. Celebrado nesta terça-feira, 31 de outubro, a data já é uma das sazonalidades mais relevantes para a varejista de fantasias e acessórios Abrakadabra. Nos últimos anos as vendas da marca estão crescendo no Dia das Bruxas e hoje já representa cerca de 30% do faturamento anual. A expectativa é faturar 6 milhões de reais -- 20% a mais do que em 2022.

Nos Estados Unidos, o Halloween movimenta 10 bilhões de dólares por ano, de acordo com dados da Statista. A maior parte do montante vem de vendas de fantasias e doces. Por aqui, a festividade tem ganhado cada vez mais relevância para empreendimentos de doces e fantasias.

"Os consumidores estão buscando mais experiências e nós queremos oferecer isso a eles. Trabalhamos há 25 anos com fantasias e acessórios para a data e queremos que a Abrakadabra seja referência em eventos e ações relacionadas ao Halloween no Brasil", diz Michael Smitas, diretor de varejo e segunda geração da família no negócio.

Além do lançamento de uma coleção de fantasias especial para a data, a Abrakadabra investiu cerca de 1,5 milhão de reais na campanha de Halloween deste ano para promover eventos e ações de marketing. As lojas estão 'fantasiadas' de casa mal assombrada e milharal, por exemplo. Pista de patinação temática e rota dos doces são algumas das ativações de marca criadas no último mês.

Franquia de depilação de Giovanna Antonelli chega a 400 clínicas e faturamento de R$ 200 milhões

Como a Abrakadabra foi criada

A Abrakadabra é o braço de varejo focado no consumidor final da fabricante Sulamericana, fundada por Kiko Smitas em 1995. Com experiência na indústria têxtil, o empresário decidiu criar uma importadora de fantasias com foco nas vendas B2B. "Nossa ideia era abastecer lojas de brinquedos e produtos infantis com nossos produtos", explica.

Entre altos e baixos com a taxação de importações e concorrência asiática, a empresa mudou seu modelo de negócio e passou a produzir suas próprias peças, ainda com o foco no abastecimento de lojas infantis. Uma fábrica própria chegou a operar na Argentina, mas por conta da situação econômica do país, a operação da marca está parada por lá.

"Sempre tivemos o desafio de mostrar que as fantasias vão além do Carnaval. Nossa ideia é convencer o público de que uma fantasia é um brinquedo", diz o fundador.

Em 2007, Smitas viu a oportunidade de atender o consumidor final de forma direta e inaugurou a primeira loja da Abrakadabra na Água Branca, região oeste da capital paulisa. Atualmente a marca conta com cinco unidades próprias, uma delas em Campinas, duas lojas pop-ups e um e-commerce que atende clientes de todo o Brasil.

Com o controle da operação, a empresa aumentou o portfólio de produtos, com a inclusão de acessórios e itens decorativos, e passou a atender também o público adulto, que hoje representa 40% das vendas da rede. "Além de mostrar aos pais que a fantasia é um brinquedo, hoje conseguimos atender toda a família".

Franquias com unidades móveis e de entretenimento são destaques no primeiro semestre

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Casas Bahia alonga R$ 1,5 bi em dívidas e afasta temores de insolvência
Exame IN

Casas Bahia alonga R$ 1,5 bi em dívidas e afasta temores de insolvência

Há 2 dias

Ele investiu R$ 50 mil do próprio bolso há 3 anos e já faturou R$ 2,4 mi com consultoria de branding
Um conteúdo Bússola

Ele investiu R$ 50 mil do próprio bolso há 3 anos e já faturou R$ 2,4 mi com consultoria de branding

Há 2 dias

Varejos que oferecem possibilidade de doar para causas sociais são mais bem vistos por consumidores
ESG

Varejos que oferecem possibilidade de doar para causas sociais são mais bem vistos por consumidores

Há 3 dias

Advent investe na Skala Cosméticos, o fenômeno do ‘potão’ para cabelos
Exame IN

Advent investe na Skala Cosméticos, o fenômeno do ‘potão’ para cabelos

Há 3 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais