Boeing anuncia acordo para fabricar os Air Force One

Em dezembro de 2016, semanas antes de tomar posse, Trump disse que era "ridículo" a Boeing planejar cobrar 4 bilhões de dólares pelos aviões

A Boeing anunciou nesta terça-feira (27) um acordo com o governo dos Estados Unidos para construir os aviões presidenciais Air Force One após revisar seus preços, duramente criticados por Donald Trump.

"A Boeing se orgulha de fabricar a próxima geração de Air Force One que dará aos presidentes americanos uma Casa Branca voadora por um preço excepcional para os contribuintes", disse a empresa no Twitter.

"Em nome do povo americano, o presidente Trump negociou um bom acordo", acrescentou.

Em dezembro de 2016, semanas antes de tomar posse, Trump disse que era "ridículo" a Boeing planejar cobrar 4 bilhões de dólares pelos aviões. Trump ameaçou cancelar o contrato, a não ser que o preço caísse.

A Boeing, que fabrica os aviões presidenciais desde 1990, prometeu então reduzir os gastos.

O lendário Air Force One é um símbolo do poderio norte-americano, mas os atuais modelos se aproximam do fim de seus 30 anos de vida útil.

As aeronaves contam com dispositivos de segurança e defesa, a maioria deles secretos, e podem se recarregar de combustível durante o voo.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.