Negócios

Banco do Brasil vê sinais de melhora em carteira de pessoa física

Executivos do banco afirmaram que o banco espera que o volume de provisões recue no decorrer deste ano

Banco do Brasil: executivos do banco afirmaram que o banco espera que o volume de provisões recue no decorrer deste ano (Pilar Olivares/Reuters)

Banco do Brasil: executivos do banco afirmaram que o banco espera que o volume de provisões recue no decorrer deste ano (Pilar Olivares/Reuters)

R

Reuters

Publicado em 12 de maio de 2017 às 12h11.

São Paulo - O Banco do Brasil está registrando sinais de melhoria em sua carteira de pessoa física e em micro e pequenas empresas e espera que o volume de provisões recue no decorrer deste ano, afirmaram executivos da instituição nesta sexta-feira.

"Em pessoa física, estamos dentro das estimativas, sem dúvida... A demanda tende a aumentar para a pessoa física, os desembolsos estão crescendo no consignado também. As perspectivas são positivas neste segmento", disse Bernardo Rothe, gerente geral de relações com investidores durante teleconferência com analistas.

Porém, em pessoa jurídica, o desempenho do primeiro trimestre ficou abaixo do esperado, afirmou o executivo.

"Mas em originação estamos vendo estabilidade em micro e pequena empresa, que é onde queremos crescer e estamos vendo sinais positivos já neste segundo trimestre. A expectativa é de crescimento no segundo semestre", disse Rothe.

Acompanhe tudo sobre:BancosBB – Banco do Brasil

Mais de Negócios

Após balanço, fortuna de Jensen Huang, CEO da Nvidia, avança R$ 39,4 bilhões em 1 dia

Esses 4 colegas da faculdade receberam R$ 10 milhões por tecnologia contra dorminhocos no trânsito

Sobra resiliência, falta comunicação: o potencial latino de atrair investimentos é debate na China

Uber vai lançar categoria exclusiva de carros híbridos e elétricos no Brasil

Mais na Exame