Acompanhe:
seloNegócios

Autoridades dos EUA abrem investigação contra Herbalife

As queixas, expostas perante a FTC, foram colocadas há mais de um ano pelo multimilionário William Ackerman

Modo escuro

Continua após a publicidade

	Herbalife: empresa se dedica à comercialização de suplementos para a nutrição e a perda de peso através de uma rede de distribuidores independentes
 (Bloomberg)

Herbalife: empresa se dedica à comercialização de suplementos para a nutrição e a perda de peso através de uma rede de distribuidores independentes (Bloomberg)

D
Da Redação

Publicado em 12 de março de 2014 às, 20h33.

Washington - A Comissão Federal de Comércio (FTC, sigla em Inglês) abriu uma investigação contra a multinacional Herbalife, em que acusa a empresa de esconder, na realidade, um sistema ilegal de pirâmide para seu financiamento.

"A Herbalife dá as boas-vindas à investigação dada a tremenda quantidade de desinformação existente no mercado, e cooperará totalmente com a FTC", assegurou a companhia de suplementos nutritivos em comunicado.

A cotação das ações da empresa se manteve por meia hora ao ficar conhecida a investigação por parte da agência federal, e, uma vez reatados os títulos, a Herbalife fechou o pregão com queda de 7,36%.

As queixas, expostas perante a FTC, foram colocadas há mais de um ano pelo multimilionário William Ackerman, fundador dos fundo de investimento Pershing Square Capital Management, que acusa diretamente a Herbalife de empregar um sistema ilegal de caráter piramidal para obter sua renda.

O janeiro, o senador de Massachusetts Edward Markey enviou uma carta à Comissão de Valores e à FTC para que se examinassem as práticas empresariais da companhia.

No mês passado, a coalizão hispana LULAC e outros grupos defensores das minorias também pediram às autoridades federais e ao Congresso para analisar as operações da Herbalife e a acusaram de práticas "fraudulentas" que afetam às minorias.

Até agora, e apoiada por alguns investidores, como George Soros e Carl Icahn, a Herbalife sempre rejeitou as acusações.

"Estamos confiantes que a Herbalife cumpre todas as leis e regulações aplicáveis", acrescentou no comunicado a empresa.

A Herbalife se dedica à comercialização de suplementos para a nutrição e a perda de peso através de uma rede de distribuidores independentes que se baseiam no slogan "Quer perder peso? Pergunte-me como".

Em 2013, a empresa registrou US$ 4,8 bilhões em vendas, acima dos US$ 4,1 bilhões registrados em 2012.

Últimas Notícias

Ver mais
Polícia suspeita que fugitivos de Mossoró receberam apoio de facção e estejam no Ceará
Brasil

Polícia suspeita que fugitivos de Mossoró receberam apoio de facção e estejam no Ceará

Há 5 dias

PF prende três homens por suspeita de ajudar os dois fugitivos do presídio federal de Mossoró
Brasil

PF prende três homens por suspeita de ajudar os dois fugitivos do presídio federal de Mossoró

Há 6 dias

Juiz arquiva investigação sobre Haddad por suspeita de caixa 2 nas eleições de 2012
Brasil

Juiz arquiva investigação sobre Haddad por suspeita de caixa 2 nas eleições de 2012

Há 6 dias

Desconhecido invade vinícola na Espanha, abre barris e causa prejúizo de R$ 13 milhões; veja vídeo
Pop

Desconhecido invade vinícola na Espanha, abre barris e causa prejúizo de R$ 13 milhões; veja vídeo

Há 6 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais