Negócios

Após IPO, dona de startup indiana de beleza se torna bilionária

Falguni Nayar comanda a FSN E-Commerce Ventures, que levantou US$ 720 milhões após as ações subiram 96% no primeiro dia de negociação

Empresária incentiva mais mulheres a buscarem oportunidades (PUNIT PARANJPE / Colaborador/Getty Images)

Empresária incentiva mais mulheres a buscarem oportunidades (PUNIT PARANJPE / Colaborador/Getty Images)

B

Bloomberg

Publicado em 12 de novembro de 2021 às 13h33.

Falguni Nayar entrou para o seleto clube de mulheres bilionárias esta semana, quando a startup indiana de beleza fundada por ela abriu o capital e o preço da ação dobrou na estreia. Agora, a empresária incentiva mais mulheres a assumirem o controle.

Nayar comanda a FSN E-Commerce Ventures, que levantou 53,5 bilhões de rupias (US$ 720 milhões) na oferta pública inicial e cujas ações subiram 96% no primeiro dia de negociação. Isso fez com que Nayar, dona de cerca da metade da empresa, acumulasse um patrimônio de quase US$ 7 bilhões, a maior fortuna entre mulheres que se tornaram bilionárias por esforço próprio na Índia, segundo o Índice de Bilionários da Bloomberg.

“As mulheres precisam permitir que os holofotes de suas vidas estejam sobre elas mesmas”, disse Nayar em entrevista após a estreia da empresa no mercado. “Espero que mais mulheres como eu se atrevam a sonhar.”

  • Está na hora de sair do emprego ou vale a pena continuar? Invista na sua carreira. Assine a EXAME.

Em 2012, Nayar fundou a empresa que dirige o site de comércio eletrônico Nykaa, depois de trabalhar em um banco de investimento e assessorar outros empreendedores em processos de IPO. Na época, a maioria das mulheres indianas comprava maquiagem e produtos para os cabelos em lojas familiares da vizinhança, com pouca variedade. Ela viu uma oportunidade ao facilitar o acesso online a itens de beleza de alta qualidade, completos com tutoriais e depoimentos.

“A Índia será um grande mercado de varejo”, disse Nayar. “Os indianos aspirarão por mais, seu poder de compra crescerá e eles gastarão cada vez mais em marcas de estilo de vida e serviços. A Nykaa está em um bom lugar.”

Desde então, a startup cresceu e se tornou a maior varejista de beleza do país, impulsionando as vendas online com vídeos de demonstração de atores e celebridades de Bollywood e mais de 70 lojas físicas. O site Nykaa, palavra sânscrita para heroína, vende itens que incluem cremes esfoliantes, itens essenciais para maquiagem de noiva e centenas de tons de batom, base e esmaltes para se adequarem aos tons, tipos de pele e clima na Índia.

Nayar disse que há muito mais oportunidades pela frente. No país de 1,3 bilhão de habitantes, os homens também começam a gastar com produtos de maquiagem e de beleza.

“Construímos a empresa para um crescimento de vários anos para atender a um mercado muito grande de e-commerce de moda e beleza na Índia”, afirmou.

Acompanhe tudo sobre:BilionáriosÍndiaMulheres

Mais de Negócios

Essa fintech acaba de captar R$ 8 milhões para ajudar brasileiros a investir no exterior

Imóveis, cheques e itens de luxo são mais usados em crimes financeiros do que criptomoedas

Apple mantém diálogos com concorrente Meta sobre IA

30 franquias baratas para começar a empreender a partir de R$ 9.500

Mais na Exame