Anglo American avaliará venda de Minas-Rio em 2 ou 3 anos

Segundo o executivo chefe, Mark Cutifani, a companhia está ainda trabalhando para melhorar a operação, antes da possível venda.


	Anglo American: a companhia se beneficia de uma reação nos preços da commodity no início deste ano, de acordo com seu diretor financeiro
 (Nadine Hutton/Bloomberg)

Anglo American: a companhia se beneficia de uma reação nos preços da commodity no início deste ano, de acordo com seu diretor financeiro (Nadine Hutton/Bloomberg)

DR

Da Redação

Publicado em 16 de fevereiro de 2016 às 13h24.

Londres - O executivo-chefe da Anglo American, Mark Cutifani, disse que a companhia está revisando se venderá o projeto Minas-Rio de minério de ferro em dois ou três anos.

Segundo ele, a companhia está ainda trabalhando para melhorar a operação, antes da possível venda.

A Anglo American se beneficia de uma reação nos preços da commodity no início deste ano, de acordo com seu diretor financeiro, Rene Medori.

Ele disse que os preços mais altos das commodities devem fortalecer o fluxo de caixa da companhia em 2016 em US$ 400 milhões.

O ganho, combinado com operações mais eficientes em minas e gastos menores, entre outras melhorias, resultará em fluxo positivo de caixa justamente de US$ 400 milhões neste ano, segundo a companhia.

Mais de Negócios

Cartão de crédito consignado: o que é, como funciona e quem pode contratar

O coworking que eles criaram na garagem de casa supera a pandemia, faz R$ 10 milhões e vai expandir

Grupo J&F anuncia investimento de R$ 25 bilhões e criação de 10 mil empregos no Brasil

Desenrola para empresas: veja perguntas e respostas sobre os novos programas para MEIs

Mais na Exame