American Airlines cancela todos os voos para o Brasil

Medidas são em decorrência da crise do coronavírus, que fez com que o governo de Donald Trump fechasse a fronteira com todos os países europeus
Avião da American Airlines: Até hoje a companhia voava de São Paulo para Miami, Dallas, Los Angeles e Nova Iorque (Getty/Getty Images)
Avião da American Airlines: Até hoje a companhia voava de São Paulo para Miami, Dallas, Los Angeles e Nova Iorque (Getty/Getty Images)
Por Janaína RibeiroPublicado em 15/03/2020 11:00 | Última atualização em 15/03/2020 20:50Tempo de Leitura: 3 min de leitura

A companhia aérea American Airlines anunciou em comunicado que todos os voos para America do Sul, Ásia, Austrália, Nova Zelândia e Europa serão cancelados a partir de segunda-feira (16). A medida está prevista para até até 6 de maio.

Entre os serviços atingidos estão as ligações realizadas de Miami e Nova York para o Rio de Janeiro e São Paulo. Também foi suspensa a rota entre Dallas e a capital paulista. Os voos entre Miami e Manaus e entre Miami e Brasília foram as outras suspensões anunciadas pela companhia norte-americana

Todas estas decisões são em decorrência da crise do coronavírus, que fez com que o governo de Donald Trump fechasse a fronteira com todos os países europeus.

Vôos internacionais de curta distância, que incluem Canadá, México, Caribe, América Central e alguns mercados na parte norte da América do Sul, continuarão em operação através dos Boeings 737 e 757 e pelo Airbus A319, A320 e A321.

Ao todo, a empresa informou que reduzirá em até 75% seus voos internacionais. Além das cidades brasileiras, a companhia suspendeu voos para outras metrópoles sul-americanas, como Lima (Peru), Santiago (Chile), Medellín, Cali e Bogotá, na Colômbia, e Guayaquil (Equador).

Os clientes atingidos, de acordo com a American Airlines, serão contactados e terão flexibilidade para remarcação de voos sem qualquer taxa. Eles também terão a opção de reembolso do bilhete comprado.

Veja a lista completa dos voos cancelados logo abaixo:

Ásia

  • A American suspenderá todos os voos restantes para a Ásia, exceto três vôos por semana de Dallas Fort Worth (DFW) para Tóquio - Narita (NRT)

Austrália e Nova Zelândia

  • Los Angeles (LAX) a Auckland (AKL)
  • LAX para Sydney (SYD)

Europa (suspensão faseada)

  • A American continuará operando um voo diário de DFW para London Heathrow (LHR) e Miami (MIA) para LHR
  • Voos de Nova York (JFK), Boston (BOS), Chicago (ORD) e LAX para LHR gradualmente nos próximos sete dias para reacomodar passageiros e tripulantes
  • Os voos LHR, Dublin (DUB) e Manchester (MAN) de Charlotte (CLT), Filadélfia (PHL) e Phoenix (PHX) serão suspensos o mais rapidamente possível.
  • Suspensões contínuas em outras partes da Europa, como: Amsterdã (AMS), Barcelona (BCN), Frankfurt (FRA), Madri (MAD), Munique (MUC) ), Paris (CDG) e Zurique (ZRH).

América do Sul

  • Suspendendo o serviço de JFK e MIA para o Rio de Janeiro (GIG) e Georgetown, Guiana (GEO)
  • Suspendendo o serviço do DFW, JFK e MIA para São Paulo (GRU)
  • Suspender o serviço do DFW e do MIA para:
    • Chile: Santiago (SCL)
    • Colômbia: Bogotá (BOG)
    • Equador: Guayaquil (GYE) e Quito (UIO)
    • Peru: Lima (LIM)
  • Suspendendo o serviço do MIA para:
    • Brasil: Brasília (BSB) e Manaus (MAO)
    • Colômbia: Barranquilla (BAQ), Cartagena (CTG), Cali (CLO), Medellin (MDE) e Pereira (PEI)