Além do Wi-Fi: Fiat Chrysler fecha parceria com TIM para carro conectado

A ideia é transformar o veículo em uma plataforma de conectividade com dispositivos pessoais e serviços de outras empresas, a começar por Visa e McDonald's
Os carros da Fiat, Jeep e Ram no Brasil terão plataforma de conectividade em parceria com a TIM (Divulgação/Leo Lara/FCA)
Os carros da Fiat, Jeep e Ram no Brasil terão plataforma de conectividade em parceria com a TIM (Divulgação/Leo Lara/FCA)
Por Juliana EstigarribiaPublicado em 28/10/2020 17:58 | Última atualização em 28/10/2020 18:13Tempo de Leitura: 3 min de leitura

A Fiat Chrysler Automobiles (FCA) anunciou na tarde desta quarta-feira, 28, uma parceria com a operadora TIM para o fornecimento de 4G e plataforma de Internet das Coisas (IoT) para os veículos da Fiat, Jeep e Ram. A novidade será oferecida a partir do primeiro trimestre de 2021 e promete ser uma nova experiência para os consumidores das marcas.

A profissão mais valorizada na pandemia? Vire um "dev" com o curso de Data Science e Python da EXAME

Os novos carros do grupo vão contar com o eSIM, chip virtual para acesso a Wi-Fi nativo a bordo, com cobertura 4G da TIM. Segundo as empresas, essa conectividade permitirá comunicação ativa e em tempo real do carro com o usuário, com o grupo FCA e com a rede de concessionárias.

"Estamos extrapolando os muros de nossa indústria. Vamos nos conectar muito além das marcas do grupo", afirma Mateus Silveira, chefe de inovação de produto e conectividade da FCA para a América Latina, em entrevista à EXAME.

Segundo o executivo, o eSIM não vai somente prover um hotspot de Wi-Fi, mas irá permitir um uso mais inteligente do ambiente de rede dentro do automóvel. "Já temos o smartphone, o smartwatch e agora teremos o smartcar."

Embora a montadora tenha fornecido poucos detalhes sobre o lançamento, Silveira adianta que a FCA e a TIM já negociam parcerias com gigantes como a Visa e o McDonald's. A ideia é possibilitar que o usuário do carro possa fazer pagamentos pelo eSIM e adiantar um pedido do drive-thru, por exemplo. "Em vez de apenas digitalizar, por que não podemos repensar as experiências?"

A proposta é oferecer não só Wi-Fi embarcado, mas uma variedade de serviços, desde conteúdos de entretenimento e segurança até aplicativos que interagem com o veículo.

Segundo a FCA, será possível, por exemplo, dar a partida remotamente no veículo e acionar o ar-condicionado ou o aquecedor para garantir a temperatura interna ideal antes mesmo da entrada no carro.

A promessa é também permitir a identificação remota de eventuais falhas no veículo com a possibilidade de diagnósticos mais ágeis e precisos otimizando a manutenção do carro.

Segundo a montadora, a conexão com a internet via 4G permitirá, ainda, a atualização de softwares e aplicativos pela nuvem e a integração com assistentes pessoais. “Teremos condições de desenvolver novas soluções que irão melhorar de forma significativa a experiência do consumidor, garantindo mais conveniência e fluidez”, diz Luis Santamaria, diretor de Mopar, braço de pós-vendas, peças, acessórios e serviços da FCA.

Hoje, no mercado brasileiro, apenas carros premium e modelos da Chevrolet têm a tecnologia Wi-Fi embarcada.

A FCA e a TIM afirmam já trabalhar para atualizar todo o sistema assim que chegar o 5G, uma vez que o eSIM é um produto global embora haja particularidades voltadas para o mercado brasileiro.