Além da Heinz: Quais marcas têm o selo de qualidade da realeza britânica

Royal Warrant é concedido a empresas que fornecem bens ou serviços regularmente à família real
Rainha Elizabeth II em Teatro Chichester, em 2017 (Stuart C. Wilson/Getty Images)
Rainha Elizabeth II em Teatro Chichester, em 2017 (Stuart C. Wilson/Getty Images)
D
Da Redação

Publicado em 17/09/2022 às 10:51.

Última atualização em 17/09/2022 às 11:19.

A morte da rainha Elizabeth II marca, além do fim de uma era no Reino Unido, a mudança do brasão utilizado por empresas com o selo de qualidade da família real. Esse é o caso do katchup Heinz, que precisará mudar o brasão para o do Rei Charles III em seus produtos no mercado britânico.

A permissão de uso do símbolo da realeza está prevista no Royal Warrant concedido a marcas que fornecem bens ou serviços regularmente à família real. A honra, no entanto, não é reservada apenas à Heinz. Cerca de 800 empresas, de diferentes setores e origens, fazem parte deste grupo seleto.

O direito de uso do brasão real é concedido, incialmente, por cinco anos e não pode ser renovado "se a qualidade ou fornecimento do produto ou serviço for insuficiente". 

Confira algumas das principais empresas reconhecidas pelo Royal Warrant -- e, portanto, com produtos ou serviços utilizados pela família real britânica.

  • Bacardi Martini
  • Veuve Clicquot
  • Coca-Cola
  • Heinz
  • Johnnie Walker
  • McIlhenny Company (da pimenta Tabasco)
  • Nestlé
  • Twinings (de chá)
  • Schweppes 
  • Procter & Gamble
  • Unilever