Negócios

Com investimento de R$ 780 milhões, Accor lançará 26 hotéis

Novas unidades têm abertura prevista para 2018. Delas, 18 serão brasileiras


	Ibis, da Accor: no Brasil, novos empreendimentos serão lançados sob a bandeira econômica
 (Divulgação)

Ibis, da Accor: no Brasil, novos empreendimentos serão lançados sob a bandeira econômica (Divulgação)

Luísa Melo

Luísa Melo

Publicado em 28 de maio de 2015 às 12h33.

São Paulo - A rede de hotéis Accor anunciou nesta quarta-feira que vai lançar 26 novas unidades na região da América Latina e Caribe até 2018. Para isso, a empresa conta com um investimento de 780 milhões de reais, feito por parceiros do grupo.

Dos novos empreendimentos, 18 serão abertos no Brasil, um na Argentina, três Chile, dois na Colômbia e dois no Panamá. Juntos, eles devem acrescentar cerca de 3.000 quartos ao mercado e gerar aproximadamente 900 empregos diretos e 3.600 indiretos.

Por aqui, a expansão se dará por meio da bandeira econômica Ibis. As unidades serão construídas em cidades com alto potencial de negócios, localizadas próximo a capitais.

Entre elas estão Varginha, Divinópolis e Patos de Minas (em Minas Gerais), Itaperuna (no Rio de Janeiro), São Mateus (no Espírito Santo), Americana e São Caetano do Sul (em São Paulo), lugares onde a Ibis ainda não tinha presença.

“O grupo tem apostado no crescimento orgânico em cidades secundárias e terciárias tanto com o modelo de franquias como por meio das conversões", diz Abel Castro, Diretor de Novos Negócios da companhia para Américas e Caribe, em nota.

A empresa tem hoje no país 220 hotéis em operação e 158 em implantação. A meta é chegar a 500 estabelecimentos em cinco anos.

No mundo todo, a operadora tem mais de 170.000 funcionários e administra 470 mil quartos em 3.700 hoteis de 92 países.

Ao todo, ela abarca 14 marcas nas categorias luxo, midscale e econômica: Sofitel, Pullman, MGallery, Grand Mercure, The Sebel, Novotel, Suite Novotel, Mercure, Adagio, Ibis, Ibis Styles, Ibis Budget, Adagio Access e HotelF1.

Acompanhe tudo sobre:AccorEmpresasEmpresas francesasHotéisHotelariaInvestimentos de empresas

Mais de Negócios

Fórmula secreta? Como a Disney reinventou sua gestão financeira para continuar no topo

Depois de faturar R$ 300 milhões no Brasil, a Asper quer combater crimes digitais nos Estados Unidos

Em masterclass gratuita, Marcelo Cherto ensina o passo a passo para abrir uma franquia de sucesso

Vai um hambúrguer aí? Mania de Churrasco fatura R$ 114 milhões com lanches

Mais na Exame