Negócios

Abertura de empresa de serviços bate recorde em janeiro, aponta Serasa Experian

Desde a série histórica iniciada em 2010, essa é a primeira vez que o mês registra um volume tão grande. Em janeiro do ano passado, o número tinha ficado em 241,6 mil novos negócios

O resultado deste ano representa alta de 7% na comparação com janeiro do ano passado (ljubaphoto/Getty Images)

O resultado deste ano representa alta de 7% na comparação com janeiro do ano passado (ljubaphoto/Getty Images)

Marcos Bonfim
Marcos Bonfim

Repórter de Negócios

Publicado em 19 de abril de 2023 às 08h03.

O Brasil registrou recorde no número de empresas do setor de serviços no primeiro mês do ano. De acordo com dados do Indicador de Nascimento de Empresas da Serasa Experian, 257.769 foram criados em janeiro.

Desde a série histórica iniciada em 2010, essa é a primeira vez que o mês registra um volume tão grande. Em janeiro do ano passado, o número tinha ficado em 241,6 mil novos negócios. O resultado deste ano representa alta de 7% na comparação entre os meses.

De acordo com o levantamento, o setor de serviços concentrou 72,5% de todas as empresas abertas nos primeiros 31 dias do ano. O comércio respondeu por 20,3%, seguido por indústria, 6,4%, e demais (primário, financeiro e terceiro setor), 0,9%.

Na soma de todos os setores, o indicador aponta que houve um crescimento de 66,5% entre dezembro de 2022 e janeiro deste ano. Na comparação de janeiro a janeiro, a alta foi de 2,1%.

Historicamente, o setor de serviços lidera a abertura de empresas. Na análise do Serasa Experian, o dado pode estar relacionado à baixa necessidade de investimentos volumosos para iniciar o negócio, contratação de pessoas e locação de imóveis. “Dessa forma, é possível progredir de maneira mais barata e facilitada”, afirma Luiz Rabi, economista da empresa.

Nascimento de Empresas – Por Setor  (números completos)

Setor

Jan/22

Jan/23 

Participação (Jan/23)

Comércio

77.615

72.268

20,3%

Indústria

25.299

22.638

6,4%

Serviços

241.606

257.769

72,5%

Demais

4.117

3.113

0,9%

O estudo atual apresenta uma visão macro dos setores e não identifica quais tipos de negócios foram criados. Mas um outro levantamento do Serasa, com registros por categorias, ajuda a apontar alguns cenários.

No ano passado, oito dos 10 segmentos com o maior número de abertura de empresas foram da área de serviços:

  • Alimentação, 7,2%
  • Reparação e manutenção predial, 5,9%
  • Higiene e embelezamento pessoal, 5,3%
  • Publicidade e propaganda, 5,1%
  • Curso preparatório e de especialização, 4,0%

Qual a modalidade dos negócios

Os novos negócios estão concentrados na modalidade na Microempreendedores Individuais, os famosos MEIs. No total empresas abertas, a modalidade jurídica representou 81,7%.

Em segundo lugar, as Sociedades Limitadas responderam por 15,3%. Empresas Individuais e “Demais” dividiram a posição subsequente, cada categoria com 1,5%.

Acompanhe tudo sobre:EmpreendedoresSerasa ExperianServiços

Mais de Negócios

Criada após perda familiar, startup maranhense que facilita realização de cirurgias capta US$ 1,5 mi

Yopa: o que aconteceu com a famosa marca de sorvetes e picolés dos anos 1990

Fusão entre Cobasi e Petz fez o número de interessados em conversão crescer 25%, diz CEO da Petland

Não aos feriadões fake

Mais na Exame