Negócios

Abertura de capital cresce 10% em 2010

Analistas esperam que o ritmo de IPOs acelere no primeiro trimestre de 2011

Petrobras: megacapitalização travou o mercado por nove meses (Germando Lüders/EXAME.com)

Petrobras: megacapitalização travou o mercado por nove meses (Germando Lüders/EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 25 de dezembro de 2010 às 09h51.

São Paulo - Após um ano travado por causa da megacapitalização da Petrobras, fechada em setembro, as ofertas públicas iniciais de ações (IPO) no mercado brasileiro aos poucos voltam a ganhar espaço. Mesmo com a concorrência da captação da estatal, o volume de IPOs teve crescimento de 10,4% este ano em relação a 2009 e somou R$ 11,3 bilhões.

A projeção de especialistas é de que o ritmo de operações acelere já no primeiro trimestre do ano que vem. O presidente do BTG Pactual, André Esteves, acredita que esse mercado pode ter o seu melhor ano em 2011. “A partir da capitalização da Petrobras já observamos um reaquecimento em bases muito mais sólidas do que em 2006 e 2007”, afirmou o executivo do banco, que participou de sete das dez aberturas de capital realizadas em 2010 até o início de dezembro.

Para Esteves, ao contrário dos anos anteriores, quando ocorreu a febre de IPOs no País, os investidores estão mais preparados para avaliar as operações. “A euforia que ocorreu naqueles anos veio principalmente do investidor”, afirmou.

Embora sem citar nomes, o executivo do BTG destacou que até mesmo companhias do setor de infraestrutura podem surpreender o mercado e ir para a bolsa, algo que não ocorreu nem em 2007. “Se ponderarmos o volume de operações com a qualidade das companhias 2011 será o melhor ano para esse mercado”, ressaltou Esteves.

O bom desempenho das ações das novatas que abriram capital este ano deve contribuir para a demanda por novos IPOs, segundo especialistas. Os papéis de nove das dez companhias que abriram capital em 2010 registram retorno superior ao Ibovespa - principal índice da bolsa - com ganhos que superam os 100%. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Acompanhe tudo sobre:AçõesB3bolsas-de-valoresFinançasIPOsMercado financeirosetor-financeiro

Mais de Negócios

40 franquias baratas para quem quer deixar de ser funcionário a partir de R$ 2.850

Ele cansou de trabalhar em telecom. Agora, faz mais de R$ 1 mi com franquia de serviços automotivos

“É função dos empresários iniciar um novo RS”, diz CEO da maior produtora de biodiesel do país

Na Prosegur, os candidatos são avaliados pela simpática Rose, a chatbot do grupo

Mais na Exame