Negócios

A empresa do interior de SC que vai investir R$ 100 mi em tecnologia e já é um negócio em expansão

Empresa faturou R$ 288 milhões em 2022, está em crescimento e quer um polo de tecnologia para chamar de seu na capital de Santa Catarina

Ivandro Tochetto, da FiberX: “Temos um projeto audacioso, que envolve muita tecnologia inovadora e automação, sustentabilidade e aproveitamento solar e de água”. (FiberX/Divulgação)

Ivandro Tochetto, da FiberX: “Temos um projeto audacioso, que envolve muita tecnologia inovadora e automação, sustentabilidade e aproveitamento solar e de água”. (FiberX/Divulgação)

Daniel Giussani
Daniel Giussani

Repórter de Negócios

Publicado em 12 de abril de 2024 às 15h20.

Última atualização em 12 de abril de 2024 às 16h22.

Chega um momento para as empresas que estão em expansão em que as suas sedes em que nasceram já não têm mais tamanho para as ambições do negócios.

É o caso da catarinense FiberX. A empresa, um negócio em expansão certificado pela EXAME, nasceu em 2008 em São Lourenço do Oeste. Hoje, é uma das maiores distribuidoras de equipamentos para redes de fibra óptica no Brasil e uma das principais distribuidoras da chinesa Huawei.

Com um faturamento de 288 milhões de reais em 2022, a empresa agora está com um plano de expansão que prevê a instalação de um centro de inovação e tecnologia no Sapiens Parque, um parque tecnológico e de inovação em Florianópolis.

O projeto prevê investimentos de mais de 100 milhões de reais e a criação de mais de 600 empregos.

“Estamos com excelentes expectativas para a concretização desse projeto, potencializando a capacidade de inovação de Florianópolis, e gerando emprego e renda”, diz o CEO e fundador da FiberX, Ivandro Tochetto. “Temos um projeto audacioso, que envolve muita tecnologia inovadora e automação, sustentabilidade e aproveitamento solar e de água”.

Desde a fundação, em 2008, a companhia já vendeu cerca de 6 milhões de produtos para mais de 5.000 clientes.

Como a FiberX virou um negócio em expansão

A FiberX é de 2008, mas a expansão da empresa começou mesmo em 2020. Na época, a empresa tinha cerca de 20 funcionários. Hoje, são mais de 300.

Um dos fatores para a expansão foi o crescimento das redes 5G no Brasil.

Para funcionar em todo o país, o 5G demandará investimentos em infraestrutura na ordem de 25 bilhões de dólares nos próximos anos, segundo a consultoria International Data Corporation (IDC Brasil).

A principal explicação para essa estimativa é a necessidade de instalar muitas e novas antenas país afora – comparativamente, o 4G precisou de poucas, e bem distantes umas das outras.

No caso da FiberX, ela fornece as tecnologias para ajudar na implantação do 5G, principalmente infraestrutura.

Além disso, nos últimos anos a empresa também deixou de atuar exclusivamente no mercado ISP (fornecendo soluções para provedores de serviços de internet). Atualmente, com escritórios em Itapema, Florianópolis, São Paulo e Curitiba, oferece tanto equipamentos de telecom quanto soluções e serviços para o mercado empresarial como um todo.

Um dos produtos disponibilizados pela FiberX, por exemplo, é o IdeaHub, que oferece reconhecimento inteligente de escrita a mão, videoconferência em alta definição e compartilhamento de telas sem fio. Essa solução transforma salas de conferência, escritórios executivos e salas de aula em espaços inteligentes.

A FiberX também atua no segmento de energia fotovoltaica. Com parceiros estratégicos, constrói usinas solares de grande porte, por exemplo, o projeto de uma usina solar para a Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc).

Empresa faz parte do maior anuário de empreendedorismo do Brasil

O crescimento da FiberX é certificado pelo ranking EXAME Negócios em Expansão, o maior anuário de empreendedorismo do país.

Com faturamento de 288 milhões de reais em 2022, a empresa registrou um crescimento na receita líquida de 34,8% em relação a 2021. Com isso, figurou na lista das empresas que estão crescendo suas operações no Brasil.

+ Inscreva já sua empresa no ranking Negócios em Expansão. É gratuito! 

Estão abertas as inscrições para a terceira edição do anuário.

Em parceria com o BTG Pactual, o maior banco de investimentos da América Latina (do mesmo grupo de controle da EXAME), e o suporte técnico da PwC Brasil, o ranking Negócios em Expansão 2024 vai mostrar as empresas brasileiras emergentes que mais conseguiram expandir vendas e conquistar mercados ao longo dos últimos meses.

Em 2024, o ranking listará os negócios de acordo com a evolução da receita operacional líquida em 2023. Quem cresceu mais ao longo do ano passado ficará mais bem colocado no ranking.

A inscrição é 100% gratuita.

Clique aqui para inscrever sua empresa no ranking EXAME Negócios em Expansão 2024

Quem pode participar?

Grupos econômicos ou empresas privadas sediados no Brasil, com receita operacional líquida anual entre R$ 2 milhões e R$ 600 milhões.

Grupos econômicos tais como empresas com múltiplas filiais, redes de franquias, cooperativas de crédito ou seguradoras de saúde estaduais e nacionais deverão apresentar o seu resultado de forma consolidada.

Empresas que integrarem o ranking com os dados das demonstrações contabéis consolidadas não poderão incluir como participantes no ranking as demonstrações contabéis de suas companhias controladas. Casos específicos serão avaliados por comissão especial formada por EXAME e BTG Pactual.

Como posso participar do ranking EXAME de Negócios em Expansão 2024?

As empresas deverão enviar, até o dia 6/5/2024, as suas demonstrações contábeis referentes aos anos de 2022 e 2023 e preencher um formulário com dados cadastrais do negócio.

Os demonstrativos contábeis e as informações cadastrais da empresa serão então validados e compilados pela PwC Brasil. Leia aqui o regulamento completo do ranking.

As agregações e o ranqueamento das empresas serão revisados por uma comissão especial formada por membros da EXAME e BTG Pactual, para garantir a verossimilhança do ranking com a realidade empresarial brasileira, dentro da amostra de participantes.

Negócios em Expansão 2024: veja os seis passos para colocar sua empresa no ranking — é grátis!

Acompanhe tudo sobre:Negócios em Expansão 2024negocios-em-expansao-2023

Mais de Negócios

De água potável e resgates a consultas médicas e abrigos: o papel das startups gaúchas na crise

Este grupo aposta em startups para manter a Amazônia em pé e reduzir o risco de desastres climáticos

MELHORES E MAIORES 2024: inscrições terminam nesta sexta, 10

Empresa de Israel compra startup paulista de R$ 150 milhões para fazer pessoas passearem de ônibus

Mais na Exame