Mundo

Tempestade tropical Hanna é elevada a furacão e chegará ao Texas hoje

Meteorologistas locais estimam que o fenômeno vai provocar de 15 a 30 centímetros de chuva até o domingo

Furacão: governo da cidade de Corpus Christi emitiu alerta de evacuação voluntária para a população, pedindo cuidado (NOAA/Handout/Reuters)

Furacão: governo da cidade de Corpus Christi emitiu alerta de evacuação voluntária para a população, pedindo cuidado (NOAA/Handout/Reuters)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 25 de julho de 2020 às 10h35.

Última atualização em 25 de julho de 2020 às 10h41.

A tempestade tropical Hanna foi elevada a furacão neste sábado, de acordo com o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos, e deve chegar à costa sudoeste do Texas na noite deste sábado. As autoridades divulgaram que o evento meteorológico sustentou ventos acima de 120 quilômetros por hora, o que justifica a nova categoria do fenômeno.

Os meteorologistas locais estimam que o furacão vá causar de 15 a 30 centímetros de chuva até o domingo, em casos isolados podendo chegar a 46 cm. O governo da cidade de Corpus Christi emitiu alerta de evacuação voluntária para a população, pedindo cuidado.

Na quinta-feira, meteorologistas americanos estimaram que haverá de 13 a 19 tempestades batizadas durante a temporada de furacões de 2020 no Atlântico, um número acima da média, disse a Agência Nacional Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos (NOAA). No ano passado, o total de tempestades batizadas chegou a 18 e, em 2018, a 15.

Além disso, os meteorologistas estimam de três a seis grandes furacões com ventos de ao menos 179 km/h na atual temporada.

Acompanhe tudo sobre:Estados Unidos (EUA)Furacões

Mais de Mundo

Chanceler israelense ameaça Hezbollah libanês com 'guerra total'

Alemanha alerta risco de ataques terroristas semelhantes ao de Moscou

Sob críticas da Otan, Putin desembarca na Coreia do Norte para estreitar parceria 'estratégica'

Milei perde apoio em 18 de 24 municípios da Grande Buenos Aires, mostra pesquisa

Mais na Exame