Mundo

Sanções à Rússia: EUA proíbem importação de metais

As medidas tomadas hoje pretendem reduzir ainda mais a receita da Rússia com as exportações de alumínio, cobre e níquel

EUA x Rússia: Os metais são o principal produto de exportação da Rússia depois da energia (Julia Nikhinson/Sipa/Bloomberg/Getty Images)

EUA x Rússia: Os metais são o principal produto de exportação da Rússia depois da energia (Julia Nikhinson/Sipa/Bloomberg/Getty Images)

AFP
AFP

Agência de notícias

Publicado em 12 de abril de 2024 às 21h02.

Os Estados Unidos anunciaram nesta sexta-feira, 12, a proibição das importações de alumínio, cobre e níquel de origem russa, como parte das sanções adicionais aprovadas com o Reino Unido com o objetivo de reduzir a receita de Moscou e enfraquecer a Rússia no contexto da invasão à Ucrânia.

“A nova medida proíbe a importação de alumínio, cobre e níquel de origem russa e limita o seu uso no comércio mundial de metais", ressaltou o Departamento do Tesouro americano.

Fonte de renda russa

Os metais são o principal produto de exportação da Rússia depois da energia, embora seu valor tenha diminuído desde a invasão russa à Ucrânia, em 22 de fevereiro de 2022, destacou o governo britânico. As exportações russas, que somaram 25 bilhões de dólares em 2022, caíram para 15 bilhões em 2023 “devido aos esforços do G7 e de seus aliados para restringir o mercado”, acrescentou.

As medidas tomadas hoje pretendem reduzir ainda mais a receita da Rússia com as exportações de alumínio, cobre e níquel.

Acompanhe tudo sobre:RússiaEstados Unidos (EUA)

Mais de Mundo

Guterres reforça pedido por cessar-fogo em Gaza após morte de funcionário da ONU

Diques, esponjas, prédios flutuantes: 5 cidades pelo mundo com lições na proteção contra enchentes

Ex-advogado de Trump que diz ter pago suborno a atriz depõe em julgamento

Nova York tem um milionário a cada 24 moradores, diz estudo

Mais na Exame