Rede de Gülen estaria por trás da morte de embaixador russo

Afirmação foi feita pelo chefe de diplomacia turca, Mevlüt Cavusoglu

O chefe da diplomacia turca disse nesta terça-feira ao seu contraparte americano que a rede do pregador Fethullah Gülen, demonizado por Ancara, estaria por trás do assassinato, na véspera, do embaixador russo Andrei Karlov, reportou a agência oficial Anatólia.

Durante entrevista com o secretário de Estado americano, John Kerry, Mevlüt Cavusoglu afirmou que "Turquia e Rússia sabem que por trás do ataque contra o embaixador da Rússia em Ancara, Andrei Karlov, está a FETO", acrônimo para designar a rede de Gülen, segundo a Anatólia. Gülen, que está exilado nos Estados Unidos, também é apontado como o instigador do golpe de Estado frustrado de julho, o que ele desmente.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.