Exame logo 55 anos
Remy Sharp
Acompanhe:

PPS quer convocar Lobão sobre caso de propina na ANP

Segundo revista, dois assessores da ANP foram filmados supostamente cobrando propina para acelerar e facilitar a tramitação de processos para registro de empresas

Modo escuro

Continua após a publicidade
EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

D
Da Redação

Publicado em 24 de julho de 2011 às, 17h36.

Brasília - O líder do PPS na Câmara, deputado Rubens Bueno (PR), vai protocolar amanhã, na Comissão Representativa do Congresso Nacional, requerimento de convocação do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, para falar sobre a denúncia de um suposto esquema de cobrança de propina na Agência Nacional do Petróleo (ANP).

Segundo a edição da revista Época desta semana, dois assessores da ANP foram filmados supostamente cobrando propina para acelerar e facilitar a tramitação de processos para registro de empresas. O líder do governo na Casa, Cândido Vaccarezza (PT-SP), classificou como "esquisita" a apresentação do requerimento durante o recesso parlamentar.

O líder do PPS também quer que o diretor-geral da ANP, Haroldo Lima, preste esclarecimentos sobre o assunto, além do afastamento imediato dos acusados. "É a forma mais isenta para fazer uma investigação séria de mais um episódio do governo do PT", disse Bueno. "A denúncia é gravíssima, já que há imagens de pessoas da ANP envolvidas e falando em seu nome, como se ali fosse um grande balcão de negócios para enriquecimento de alguns".

De acordo com Vaccarezza, não há motivo para que a Comissão Representativa seja acionada. "Acho esquisita a posição do deputado, porque a Comissão Representativa serve para responder na ausência do Congresso em situações emergenciais. Como a Casa voltará a se reunir no dia 2 de agosto, não há razão para protocolar o pedido agora", disse o líder governista.

Segundo ele, a comissão correta para protocolar o requerimento é de Fiscalização e Controle, o que só pode ser feito após o fim do recesso. No entanto, Vaccarezza ressaltou que a posição do governo é a de investigar todo o desvio de conduta ética. "O governo não vai acobertar conduta ilícita".

Depois de ser protocolado, o requerimento será encaminhados ao presidente da Comissão Representativa do Congresso Nacional, o senador José Sarney (PMDB-AP). O Regimento Comum do Congresso não estabelece prazo para que seja marcada uma reunião com os oito senadores e 17 deputados que integram o colegiado, caso o pedido do PPS venha a ser aceito.

Durante o recesso, o PPS e os demais partidos de oposição não têm condições de realizar sessão extraordinária da Comissão Representativa do Congresso sem apoio da base aliada, uma vez que é necessária a presença de pelo menos três senadores e seis deputados da comissão. Hoje, a oposição tem apenas três deputados e dois senadores - entre eles, não há representantes do PPS - na comissão. Como a comissão funciona apenas no recesso, o requerimento precisa ser analisado e votado até a próxima sexta-feira (29). Isso, entretanto, só ocorrerá se os governistas aceitarem. As informações são da Agência Brasil.

Últimas Notícias

Ver mais
Para FMI, aprofundamento da fragmentação global poderia deflagrar nova guerra fria

Mundo

Para FMI, aprofundamento da fragmentação global poderia deflagrar nova guerra fria

Há 3 horas

Ucrânia faz alerta para 'consequências devastadoras' em caso de divergências sobre adesão à UE

Mundo

Ucrânia faz alerta para 'consequências devastadoras' em caso de divergências sobre adesão à UE

Há 5 horas

Israel bombardeia o sul de Gaza após ameaças do Hamas sobre reféns

Mundo

Israel bombardeia o sul de Gaza após ameaças do Hamas sobre reféns

Há 6 horas

Na Argentina, Milei altera decreto sobre nepotismo e torna irmã secretária-geral da Presidência

Mundo

Na Argentina, Milei altera decreto sobre nepotismo e torna irmã secretária-geral da Presidência

Há 7 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Oracle realiza evento gratuito sobre o poder da IA para transformar os negócios

Oracle realiza evento gratuito sobre o poder da IA para transformar os negócios

Lead Energy quer reduzir R$ 1 bi na conta de luz dos brasileiros até 2027

Lead Energy quer reduzir R$ 1 bi na conta de luz dos brasileiros até 2027

Ceará deve se tornar um dos maiores produtores do combustível do futuro

Ceará deve se tornar um dos maiores produtores do combustível do futuro

“O número de ciberataques tem crescido 20% ao ano”, diz a Huawei

“O número de ciberataques tem crescido 20% ao ano”, diz a Huawei

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais