Mundo

Polícia da Guatemala acha 18 corpos de vítimas do Vulcão de Fogo

Em 3 de junho, o vulcão registrou uma das erupções mais fortes da sua história deixando pelo menos 113 pessoas mortas e 329 desaparecidas

Os corpos estavam enterrados e foram levados para análise pelo Instituto Nacional de Legistas (Luis Echeverria/Reuters)

Os corpos estavam enterrados e foram levados para análise pelo Instituto Nacional de Legistas (Luis Echeverria/Reuters)

E

EFE

Publicado em 9 de julho de 2018 às 21h18.

Cidade da Guatemala - A Polícia Nacional Civil da Guatemala informou nesta segunda-feira ter localizado 18 corpos e partes deles em San Miguel Los Lotes, denominado "marco zero" pelo impacto da erupção do Vulcão de Fogo, no começo do mês passado.

O órgão indicou que os corpos estavam enterrados e que foram levados para análise pelo Instituto Nacional de Legistas, na cidade de Escuintla. Até o momento, o Instituto identificou 85 dos quase 200 casos que tem.

Há mais de um mês, no dia 3 de junho, o Vulcão de Fogo registrou uma das erupções mais fortes da sua história deixando pelo menos 113 pessoas mortas e 329 desaparecidas. Outras 2 milhões de pessoas ficaram afetadas e ainda são incalculáveis os danos materiais.

Acompanhe tudo sobre:GuatemalaVulcões

Mais de Mundo

Ataque a Trump: o que sabemos sobre os tiros disparados contra o ex-presidente dos EUA

Trump pede 'união' dos americanos após atentado a tiros em comício eleitoral

Ataque a Trump: "Ainda é cedo para dizer se atirador agiu sozinho", dizem autoridades

Trump se pronuncia após ser atingido na cabeça em comício na Pensilvânia

Mais na Exame