Acompanhe:

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, celebrou em comunicado o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) em todo o ano passado, o acréscimo de 2,7 milhões de empregos e o núcleo da inflação de volta aos níveis pré-pandemia. "Como resultado, salários, riqueza e emprego estão maiores agora do que estavam antes da pandemia", afirmou.

Biden celebrou o terceiro ano seguido de crescimento. "Mas nosso trabalho não está concluído", acrescentou.

Cortes e mais cortes

O presidente diz que continuará a lutar para cortar custos, implementar legislação sobre medicamentos prescritos, seguros-saúde e custos de energia limpa, bem como acabar com taxas ocultas que as companhias usam para prejudicar consumidores.

Também diz que não permitirá que a ala "extrema" do Partido Republicano dê benefícios aos mais ricos e às grandes corporações, enquanto eleva custos e corta seguridade social.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Biden quer triplicar tarifas sobre aço e alumínio chineses
Mundo

Biden quer triplicar tarifas sobre aço e alumínio chineses

Há 23 horas

EUA decidem se reativam as sanções petrolíferas contra Venezuela por bloqueio à oposição
Mundo

EUA decidem se reativam as sanções petrolíferas contra Venezuela por bloqueio à oposição

Há 23 horas

Biden quer triplicar tarifas sobre aço e alumínio chineses
Economia

Biden quer triplicar tarifas sobre aço e alumínio chineses

Há um dia

Haddad fala em parceria estratégica entre Brasil e Estados Unidos
Economia

Haddad fala em parceria estratégica entre Brasil e Estados Unidos

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais