Mundo

Marinha iraniana apreende navio porta-contêineres supostamente ligado a Israel

Ação envolveu helicópteros e redirecionamento da embarcação para águas territoriais iranianas

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 13 de abril de 2024 às 09h10.

Última atualização em 13 de abril de 2024 às 09h11.

A Guarda Revolucionária do Irã (IRGC) realizou a apreensão de um navio de contêineres em uma operação com helicópteros próximo ao Estreito de Ormuz, conforme reportado pela agência de notícias estatal IRNA neste sábado, 13.

De acordo com a agência, o navio, que estava sob bandeira portuguesa e é identificado como MSC Aries, está sendo direcionado de volta para águas territoriais iranianas. A embarcação é administrada pela Zodiac Maritime, empresa associada ao empresário israelense Eyal Ofer.

A rede de notícias CNN tentou entrar em contato com a Zodiac Maritime e com Eyal Ofer para obter declarações sobre o incidente.

Captura da embarcação: um oficial de defesa do Oriente Médio mostra um ataque de helicóptero visando um navio perto do Estreito de Ormuz no sábado, 13 de abril (AFP)

O UKMTO (Operações Marítimas Comerciais do Reino Unido) já havia relatado sobre uma apreensão nas proximidades do Estreito de Ormuz, rota crucial para o comércio marítimo global, indicando que "autoridades regionais" eram responsáveis. Não foram fornecidos mais detalhes sobre o abordagem do navio pela UKMTO.

A região se mantém em estado de alerta após ameaças de retaliação do Irã por um suposto ataque israelense ao seu consulado na capital síria, Damasco. Rebeldes Houthis, apoiados pelo Irã no Iêmen, também têm mirado embarcações na área do Mar Vermelho.

Acompanhe tudo sobre:IsraelGuerras

Mais de Mundo

Bandeira invertida coloca Suprema Corte dos EUA em apuros

Primeiro-ministro eslovaco passa por nova cirurgia e segue em estado grave

Vaticano alerta contra episódios imaginários relacionados a milagres e aparições

Governo Biden quer reclassificar maconha como droga de menor risco

Mais na Exame