Mundo

Defesas aéreas da Ucrânia estão sobrecarregadas com ataques russos, diz conselheiro de Zelenski

Linha Fina: Deficiências no escudo aéreo ucraniano são expostas após série de ataques russos, incluindo um que danificou uma usina termal próxima a Kiev

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 13 de abril de 2024 às 10h30.

Uma entrevista com um importante conselheiro de Volodmir Zelenski neste sábado, 13, revelou que a Ucrânia está com dificuldades em barrar mísseis russos por estar sobrecarregada com os ataques dos últimos dias. Na última semana, uma usina termal de carvão e gás foi atingida pelas forças da Rússia, deixando cidades próximas sem sistema de aquecimento.

Mykhailo Podolyak, um dos conselheiros presidenciais da Ucrânia, afirmou que o país corre riscos de defesa e não tem sistemas aéreos antimísseis o suficiente. Segundo ele, cerca de 10 a 12 mísseis estão sendo lançados simultaneamente, o que faz com que a barreira de defesa aérea não consiga impedir todos os ataques.

"O sistema está sobrecarregado", disse Podolyak em uma entrevista, de acordo com o jornal britânico The Guardian. "Agora temos que ver se podemos manter o sistema funcionando, se precisamos de mais sistemas de defesa aérea, especialmente contra mísseis balísticos anti-ultrassônicos, e se podemos restaurar as instalações destruídas".

O ataque à usina termal de carvão e gás Trypilska, que fica a pouco mais de 50 quilômetros da capital Kiev, aconteceu na quinta-feira, 11, e destruiu toda sua capacidade de produzir energia. Moradores de bairros próximos disseram ouvir cerca de seis explosões na madrugada ainda de quinta-feira.

Podolyak reforçou um pedido de ajuda ao ocidente, principalmente aos Estados Unidos, para que seus aliados possam ajudar a reconstruir o sistema de escudo aéreo que protege contra os mísseis vindos da Rússia. De acordo com o governo ucraniano, Kiev tem apenas dois sistemas operantes no momento, mas precisa de 25 deles para sobreviver ao conflito.

Acompanhe tudo sobre:UcrâniaRússiaGuerras

Mais de Mundo

Economia chinesa continua a se recuperar e melhorar, diz porta-voz do governo

Governo argentino suspende sites e redes sociais de rádio e TV públicas

China aumenta investimentos na Alemanha com foco em energias renováveis

China emitirá 1 trilhão de yuans em títulos especiais de longo prazo em 2024

Mais na Exame