Mundo

Liz Truss diz lamentar 'profundamente' saída de ministro no Reino Unido

"Compartilhamos a mesma visão para nosso país e a mesma firme convicção de agir para crescimento", escreveu Truss

Liz Truss: "Eu respeito profundamente a decisão que você tomou hoje. Você colocou o interesse nacional em primeiro lugar" (Anna Moneymaker/Getty Images)

Liz Truss: "Eu respeito profundamente a decisão que você tomou hoje. Você colocou o interesse nacional em primeiro lugar" (Anna Moneymaker/Getty Images)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 14 de outubro de 2022 às 12h15.

A primeira-ministra do Reino Unido, Liz Truss, disse lamentar "profundamente" a saída de Kwasi Kwarteng do posto de ministro de Finanças, anunciada mais cedo na manhã desta sexta-feira, 14.

"Compartilhamos a mesma visão para nosso país e a mesma firme convicção de agir para crescimento", escreveu ela. "Você foi um ministro em tempos extraordinariamente desafiadores diante dos graves ventos contrários globais."

Liz Truss afirmou que o alívio em contas de energia e garantia de preços seguirão como "uma das mais importantes intervenções fiscais nos tempos modernos".

"Eu respeito profundamente a decisão que você tomou hoje. Você colocou o interesse nacional em primeiro lugar", disse a premiê.

Mais cedo, em sua carta, Kwarteng escreveu que aceitou o pedido de Liz Truss para que deixasse o cargo.

Pouco antes do fechamento deste texto, o governo britânico confirmou a nomeação de Jeremy Hunt como novo ministro das Finanças.

Veja também: 

Exército britânico forma recrutas ucranianos na Inglaterra

Inflação na China registra o maior nível em dois anos

Acompanhe tudo sobre:Reino Unido

Mais de Mundo

No Reino Unido, Farage mostra 'impulso' do Reform UK às vésperas das eleições legislativas

Gastos em armas nucleares foram de US$ 91 bilhões em 2023 com aumento de tensões geopolíticas

Líderes da União Europeia se reúnem para falar dos principais cargos do bloco

Putin viaja à Coreia do Norte para encontro com Kim Jong-un

Mais na Exame