Mundo

Invasão do Congresso americano ganha manchetes em todo o mundo

Imprensa americana traz críticas duras ao presidente Donald Trump, acusado de insuflar a multidão

A polícia segura os apoiadores do presidente dos EUA, Donald Trump, enquanto eles se reúnem em frente à Rotunda do Capitólio dos EUA em 6 de janeiro de 2021, em Washington, DC. - Os manifestantes violaram a segurança e entraram no Capitólio enquanto o Congresso debatia a Certificação de Voto Eleitoral da eleição presidencial de 2020.  (OLIVIER DOULIERY / AFP/Getty Images)

A polícia segura os apoiadores do presidente dos EUA, Donald Trump, enquanto eles se reúnem em frente à Rotunda do Capitólio dos EUA em 6 de janeiro de 2021, em Washington, DC. - Os manifestantes violaram a segurança e entraram no Capitólio enquanto o Congresso debatia a Certificação de Voto Eleitoral da eleição presidencial de 2020. (OLIVIER DOULIERY / AFP/Getty Images)

DG

Denyse Godoy

Publicado em 6 de janeiro de 2021 às 20h46.

Última atualização em 6 de janeiro de 2021 às 21h13.

"O mundo está atordoado com a subversão da democracia dos Estados Unidos após multidão pró-Trump invadir o Congresso." Esse é o título de um artigo publicado no site do jornal americano The Washington Post sobre a repercussão global da tomada do Capitólio, a sede do Parlamento do país, por apoiadores do presidente Donald Trump no final da tarde desta quarta-feira, 6.

Quer saber como analisar um mundo em ebulição e os efeitos sobre seus investimentos? Leia os relatórios da EXAME Research 

O assunto tomou o topo dos sites jornalísticos em todos os continentes. Os principais jornais americanos usaram blogs para fazer a cobertura em tempo real do incidente, com fotos chocantes. Mas levou cerca de 3 horas para que começassem a aparecer artigos de opinião analisando a invasão, demora que pode ser explicada pelo ineditismo e gravidade do protesto que descambou para o vandalismo.

As TVs, com comentaristas e especialistas em política sendo entrevistados no ar, foram mais rápidas em analisar a invasão.

A Fox News, mais simpática a Trump, começou a cobertura com sobriedade, mas, quando ficou clara a violência da manifestação, subiu o tom. "Esse é o pior ataque ao Capitólio desde que os ingleses atearam fogo a prédios do governo em Washington em 1814 após vencerem a batalha de Bladensburg", disse Chad Pergram, repórter setorista do Congresso. "Ataque ao Capitólio por anarquistas não americanos é um ato terrorista e desserviço para Trump", escreveu o colunista Deroy Murdock no site da rede.

"Em décadas no Congresso, nunca vi isso. Trump poderia parar isso com um tuíte, mas em vez disso ele está reclamando que Mike Pence não atendeu a seu pedido para não reconhecer a vitória de Joe Biden, Na verdade, ele gosta disso", afirmou o jornalista Jake Tapper. Scott Jenings, contribuidor da CNN e conselheiro das campanhas republicanas, escreveu que "Trump causou esta insurreição e todo republicano precisa condená-la". Em participação ao vivo na TV, o ex-chefe da polícia de Washington, Charles Ramsey, mandou uma mensagem a Trump: "Fecha essa porcaria dessa boca e saia do caminho. Ele é como um câncer. Isso é o mais próximo de um golpe que os Estados Unidos já viram".

Leia a seguir as manchetes das versões online dos principais veículos jornalísticos mundiais.

Nos Estados Unidos

  • Jornais

The New York Times: Manifestação invade o Capitólio, inflamada por discurso raivoso de Trump

The Washington Post: Manifestação pró-Trump invade prédio do Capitólio

USA Today: Manifestação ataca o Capitólio

The Wall Street Journal: Manifestação pró-Trump entra no Capitólio; sessão é suspensa

  • TVs

CNN: Manifestantes invadem o Capitólio

Fox News: Caos na democracia

No México

  • Jornal

La Prensa: Registrados disparos dentro do Congresso dos EUA

Na Argentina

  • Jornal

Clarín: Inédito: partidários de Trump entram à força no Capitólio e edifício é evacuado

No Reino Unido

  • Jornais

The Guardian: Trump diz a manifestantes que invadiram Congresso "nós amamos vocês" enquanto Biden condena "cerco"

Financial Times: Capitólio dos EUA fechado enquanto manifestação pró-Trump interrompe debate

Na França

  • Jornal

Le Figaro: Capitólio invadido por manifestantes pró-Trump; Biden aponta "agressão sem precedentes" à democracia

Na Alemanha

  • Jornal e revista

Bild: Parlamentares dos EUA falam em "tentativa de golpe"

Der Spiegel: Apoiadores de Trump invadem o Capitólio – Guarda Nacional dos EUA deve intervir

Na Rússia

  • Jornal

Argumenty i Fakty: Apoiadores de Trump invadiram o prédio do Congresso dos EUA e cercaram o salão do Senado

Na China

  • Jornal

Global Times, China Daily, Xinhua: nada (a invasão aconteceu quando ainda era madrugada no país)

Na África

  • Jornal

Times: Caos reina enquanto apoiadores de Trump invadem o Congresso

Na Austrália

  • Jornal

The Australian: Não foi um protesto, mas uma insurreição – Biden

Acompanhe tudo sobre:Donald TrumpEleições americanasEstados Unidos (EUA)Joe Biden

Mais de Mundo

Em Cannes, cineastas argentinos levantam a voz contra os cortes de Milei

Entenda a importância do reconhecimento de um Estado Palestino por Espanha, Irlanda e Noruega

Quais são as rotas aéreas com mais turbulência do mundo? Veja ranking

Mais na Exame