Geithner defende corte de gastos e aumento de impostos

Geithner também afirmou que os riscos à recuperação econômica diminuíram no mundo
Timothy Geithner: "do modo como vemos o mundo hoje, o FMI tem muitos recursos financeiros disponíveis e não comprometidos" (Chip Somodevilla/Getty Images)
Timothy Geithner: "do modo como vemos o mundo hoje, o FMI tem muitos recursos financeiros disponíveis e não comprometidos" (Chip Somodevilla/Getty Images)
Por Da RedaçãoPublicado em 15/03/2012 23:22 | Última atualização em 15/03/2012 23:22Tempo de Leitura: 1 min de leitura

São Paulo - O secretário do Tesouro dos EUA, Timothy Geithner, disse nesta quinta-geira que não existe uma "alternativa" a combinar aumento de impostos e cortes de gastos para que os Estados Unidos alcancem sustentabilidade fiscal.

Ao responder questões após discurso no Economic Club de New York, também afirmou que os riscos à recuperação econômica diminuíram no mundo, destacando que houve progressos realizados sobre a crise da dívida na zona do euro.