Foto de presidente de Portugal aparece em vídeo do EI

A foto em questão foi tirada em junho, quando o chefe de Estado luso condecorou o monarca marroquino com a Ordem de Santiago em uma visita oficial

Lisboa – Uma imagem do presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, na qual aparece com o rei do Marrocos, Muhammad VI, foi utilizada em um dos vídeos do jihadista Estado Islâmico (EI), que o classifica de “infiel”.

O uso da fotografia foi revelado por um especialista em segurança internacional cujos comentários foram publicados nesta terça-feira pelo “Diário de Notícias” luso.

A foto em questão foi tirada em junho, quando o chefe de Estado luso condecorou o monarca marroquino com a Ordem de Santiago em uma visita oficial ao país africano.

O EI enquadra essa imagem dentro de “uma longa litania contra os dirigentes pseudoislâmicos que se submetem ao Ocidente e são seus serventes”, segundo o especialista.

Os “líderes chamados muçulmanos não têm vergonha em mostrar prêmios e condecorações dados por infiéis”, fala algum dos extremistas em alusão a Rebelo de Sousa.

Além disso, conclui que “o verdadeiro Islã não esquecerá destes atos”.

Segundo o especialista, a gravação “é originária de um estúdio do autodenominado Estado Islâmico” localizado na cidade síria de Deir Ez-Zor. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.