Democratas pedem a Obama que suspenda deportações

Vinte e nove deputados do partido estão pedindo ao presidente para suspender as deportações de imigrantes que vivem ilegalmente no país

Washington - Vinte e nove deputados democratas estão pedindo ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, para suspender as deportações de imigrantes que vivem ilegalmente no país, além de estender os alívios na política de imigração para cerca de 11 milhões de pessoas.

Em carta divulgada ontem à noite, os deputados convidaram o presidente para atuar na ausência de uma legislação específica para o assunto, que permanece paralisada no Congresso norte-americano, liderado pelos republicanos.

No último ano, o governo de Obama agiu sozinho para deter as deportações de jovens imigrantes que vivem ilegalmente no país, que chegaram com crianças. Até agora, mais de 550 mil jovens estrangeiros foram autorizados a permanecer nos EUA.

Os deputados, liderados pelos republicanos Luis Gutierrez e Raul M. Grijalva, argumentaram que essa proposta de alívio na política deve ser expandida para mais imigrantes, que conseguiriam a cidadania no projeto de lei aprovado no Senado com o suporte de Obama.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.