Mundo

Com coronavírus, Boris Johnson deixa a UTI no Reino Unido

Primeiro-ministro britânico estava na unidade de terapia intensiva após apresentar uma piora no quadro de saúde

Boris Johnson: primeiro-ministro britânico foi internado no hospital St Thomas na noite de domingo com uma febre persistente e tosse (Peter Nicholls/Pool/Reuters)

Boris Johnson: primeiro-ministro britânico foi internado no hospital St Thomas na noite de domingo com uma febre persistente e tosse (Peter Nicholls/Pool/Reuters)

DR

Da Redação

Publicado em 9 de abril de 2020 às 15h45.

Última atualização em 9 de abril de 2020 às 16h09.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johson, deixou a unidade de terapia intensiva (UTI) nesta quinta-feira (9), de acordo com a imprensa britânica. O premiê do Reino Unido, que está com coronavírus, continua sob cuidados médicos.

Johnson, de 55 anos, foi internado no hospital St Thomas na noite de domingo com uma febre persistente e tosse e foi posto na UTI na segunda-feira (6). Ele recebeu oxigênio, mas não foi ligado a um ventilador.

De acordo com um comunicado oficial, Johnson receberá um monitoramento cuidadoso durante a fase inicial de sua recuperação. "Ele está extremamente de bom humor", informou um porta-voz do governo.

Com a ausência de Johnson por causa da covid-19, quem tem comandado o Reino Unido é o ministro das Relações Exteriores, Dominic Raab.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que a saída de Boris Johnson dos cuidados intensivos é uma "ótima notícia".

O número de mortes em decorrência do coronavírus no Reino Unido aumentou em 881, para 7.978 pessoas, com base em dados levantados até a tarde de quarta-feira.

Até o início da manhã desta quinta, um total de 243.421 pessoas haviam sido testadas para o vírus, das quais 65.077 deram positivo, informou o governo em entrevista coletiva.

No mundo, os casos já passam de 1,5 milhão com mais de 93 mil mortes.

As últimas notícias da pandemia do novo coronavírus:

Acompanhe tudo sobre:Boris JohnsonCoronavírusReino Unido

Mais de Mundo

Biden promete a estudantes que escutará protestos por Gaza e trabalhará por 'paz duradoura'

Japão faz alerta depois de ursos atacarem diversas pessoas no nordeste do país

Espanha chama para consultas embaixadora na Argentina e exige desculpas de Milei

Após dois anos de pausa, Blue Origin, de Jeff Bezos, leva passageiros ao espaço

Mais na Exame