Mundo

China eleva pagamentos de pensões e emite orientações para sistema básico de cuidados aos idosos

No ano passado, a China elevou os pagamentos básicos de pensão para aposentados em 4% em relação ao ano anterior

Idosos: população chinesa está envelhecendo.  (JADE GAO/Getty Images)

Idosos: população chinesa está envelhecendo. (JADE GAO/Getty Images)

China2Brazil
China2Brazil

Agência

Publicado em 22 de maio de 2023 às 18h15.

A China anunciou nesta segunda-feira (22) que irá aumentar os pagamentos básicos de pensão para idosos em 2023, marcando o 19º aumento anual consecutivo. O pagamento médio mensal para aposentados de empresas, agências governamentais e instituições públicas será elevado em 3,8% em relação ao nível de 2022, de acordo com um comunicado conjunto emitido pelo Ministério de Recursos Humanos e Segurança Social e o Ministério das Finanças.

No ano passado, a China elevou os pagamentos básicos de pensão para aposentados em 4% em relação ao ano anterior. O país acelerou seus esforços para mobilizar mais recursos para lidar com uma sociedade em envelhecimento. Dados oficiais mostram que, até o final de 2022, o número de pessoas com 60 anos ou mais na China havia ultrapassado 280 milhões, representando 19,8% da população total do país, em comparação com 8,87% em 2010.

Recentemente, o país divulgou um conjunto de diretrizes para facilitar a construção de um “sistema básico de cuidados aos idosos” como parte dos esforços para implementar uma estratégia nacional pró-ativa em relação ao envelhecimento populacional e garantir acesso equitativo a serviços públicos.

Diretrizes

De acordo com as diretrizes, divulgadas conjuntamente pelo Escritório Geral do Comitê Central do Partido Comunista da China e o Escritório Geral do Conselho de Estado, os serviços básicos de cuidados aos idosos consistem em assistência material, cuidados de enfermagem e serviços de cuidadores, entre outros. Eles são fornecidos diretamente pelo governo ou por partes apoiadas pelo governo.

As diretrizes destacaram que o sistema deve seguir os princípios de atender às necessidades essenciais e ser universalmente acessível. Ao mesmo tempo, o sistema também deve oferecer suporte às famílias com dificuldades financeiras no cuidado aos idosos e garantir que todos os recursos institucionais relacionados ao cuidado aos idosos sejam otimizados e integrados.

As diretrizes listaram cinco aspectos-chave nos quais mais trabalho deve ser feito. Isso inclui a criação e implementação de uma lista de serviços de cuidados aos idosos, o estabelecimento de um mecanismo de resposta ativa para fornecer serviços precisos, o aprimoramento do mecanismo que garante serviços adequados de cuidados aos idosos, o aumento da capacidade de serviço e tornar esses serviços mais acessíveis.


Tradução: Mei Zhen Li
Fonte: GOV.CN

Acompanhe tudo sobre:ChinaAposentadoria

Mais de Mundo

Cúpula suíça fala de paz na Ucrânia, reúne países do Sul Global e deixa Rússia de fora

Submarino nuclear russo chega a Cuba para celebração de relação diplomatica entre países

União Europeia vai impor tarifas de até 38% sobre carros elétricos chineses

Coreia do Norte é "camarada de armas" da Rússia, diz Kim Jong Un

Mais na Exame