Mundo

Governo Milei anuncia envio de militares ao Rio Grande do Sul

O envio de ajuda por parte da Argentina atende a um pedido do governador Eduardo Leite

Publicado em 13 de maio de 2024 às 10h26.

Última atualização em 13 de maio de 2024 às 11h25.

Tudo sobreEnchentes no RS
Saiba mais

O governo da Argentina publicou nesta segunda-feira, 13, uma resolução autorizando o envio de militares para dar suporte às vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. O texto autoriza uma operação conjunta de proteção civil “com o objetivo de prestar assistência humanitária” ao estado gaúcho.

De acordo com o governo argentino, o envio de ajuda atende a um pedido do governador Eduardo Leite. A resolução assinada pelo ministro da Defesa de Javier Milei, Luis Petri, não deixa claro quantos militares argentinos farão parte da operação no Brasil.

Na semana passada, o governo de Milei, atual presidente argentino, enviou um comunicado, no qual afirmava que “em decorrência das graves enchentes ocorridas no Estado do Rio Grande do Sul, o Governo da República Argentina, por meio do Ministério da Defesa, do Ministério da Segurança e da Comissão dos Capacetes Brancos deste Itamaraty , ofereceu sua total colaboração ao Governo da República Federativa do Brasil".

Entre o pessoal que o Governo se dispunha a enviar estava uma brigada composta por 20 agentes e cães da Polícia Federal, especialistas em logística da Comissão dos Capacetes Brancos (responsáveis argentinos pela implementação de assistência humanitária internacional), equipes de saúde e mergulhadores táticos, segundo informações do Clarín.

No documento divulgado nesta segunda, o comandante operacional das Forças Armadas do país deixa claro que “estabeleceu contato formal com o comandante do Comando Sul do Exército Brasileiro, general de Exército Hertz Pires do Nascimento”, que "formalizou o tipo inicial de ajuda a satisfazer”. “Os chefes do Estado-Maior General das Forças serão instruídos a recrutar e disponibilizar o pessoal e os meios necessários à execução da operação”, diz ainda o texto.

Situação no Rio Grande do Sul

A Defesa Civil do Rio Grande do Sul divulgou em levantamento mais recente que o número de mortos devido às fortes chuvas que se alastram no estado subiu para 147. Na noite de ontem, eram 145 mortes confirmadas. Já o número de desaparecidos reduziu para 127 na atualização mais recente. Ao todo, 806 pessoas estão feridas por conta dos temporais e mais de 2 milhões foram afetadas.

Acompanhe tudo sobre:Rio Grande do SulEnchentes no RSJavier MileiArgentina

Mais de Mundo

EUA anuncia que vai priorizar entregas de sistemas de defesa aérea Patriot para a Ucrânia

Putin ganha cães de Kim Jong-un durante visita à Coreia do Norte; veja fotos

Ozempic e Wegovy "acabam" com canetas de insulina na África do Sul; entenda

Investimento estrangeiro cai 10% no Brasil em 2023, aponta relatório da ONU

Mais na Exame