Ford alfineta GM sobre anúncios no Facebook: "Os nossos funcionam"

No Twitter, montadora comentou decisão da General Motors de parar de anunciar na rede social de Zuckerberg

São Paulo - A Ford fez um comentário no Twitter sobre a efetividade de sua publicidade no Facebook, menos de 24 horas depois de a concorrente General Motors anunciar que deixará de anunciar na rede social, devido ao baixo impacto dos anúncios.

"É tudo uma questão de execução", alfinetou a Ford, que tem cerca de 1,5 milhão de fãs na plataforma. "Os nossos anúncios no Facebook são efetivos quando estrategicamente combinados com conteúdo engajante e inovação".


De acordo com o Wall Street Journal, a GM deve suspender o investimento de 10 milhões de dólares feito em publicidade paga no Facebook. O motivo? Os anúncios não funcionam", diz o jornal.

Com aproximadamente 380 mil fãs na rede social, a montadora continuará usando a plataforma em ações não pagas, operando um valor de 30 milhões de dólares entre agências, criação de conteúdo e gerenciamento da timeline - nada, diga-se de passagem, diretamente pago ao Facebook.

A GM é a terceira maior anunciante dos Estados Unidos e, embora o cancelamento não tenha um valor material tão significante para os 3,7 bilhões de dólares de receita do Facebook, não vem em uma boa hora.

O site tem sua oferta pública inicial (IPO) prevista para esta sexta-feira, e a retirada da GM pode ter impacto psicológico, levantando um debate sobre o potencial de geração de receitas publicitária da rede.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 9,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.