Acompanhe:
seloMarketing

Fabricante chinesa aposta na volta de marca famosa para alavancar negócios

Em entrevista à EXAME, CEO da Midea conta os planos do retorno da Toshiba no Brasil e como fortalecerá a Midea, marca menos conhecida pelos brasileiros

Modo escuro

Continua após a publicidade
Refrigerador Freench Door é aposta da Toshiba no Brasil  (Toshiba/Divulgação)

Refrigerador Freench Door é aposta da Toshiba no Brasil (Toshiba/Divulgação)

M
Marina Filippe

Publicado em 29 de junho de 2021 às, 07h00.

Última atualização em 29 de junho de 2021 às, 08h03.

A fabricante chinesa de eletrodomésticos Midea faturou 41,4 bilhões de dólares no ano passado. Apesar do seu tamanho e presença no Brasil, a marca é pouco conhecida pela população daqui. Para reforçar a presença de marca, há novas ações como o patrocínio ao time de futebol Corinthians. Mas, o maior plano para os próximos cinco anos é se aproveitar da volta da Toshiba, bastante famosa nos anos 1990.

Gostaria de começar a guardar dinheiro e investir? Aprenda com a EXAME Academy 

"Em 2016 a Midea comprou a divisão lifestyle da Toshiba. Com a volta ao Brasil temos direito do uso de marca e será usada para alavancar uma expansão completa da empresa", diz Felipe Costa, CEO da Midea Carrier Brasil.

O plano conta com maior proximidade com o consumidor por meio das redes sociais, patrocínios específicos e uma divisão clara das ocasiões de compra. Enquanto a Midea trabalha com linhas de entrada, a Toshiba busca um consumidor premium atento aos detalhes.

"A Toshiba é uma marca globalmente reconhecida, querida pelos brasileiros, com histórico positivo que demonstra envolvimento e confiança dos consumidores. Nesse primeiro momento apostamos em três categorias relevantes, e nosso objetivo é expandir o portfólio ao longo do ano", diz Simone Camargo, diretora de marketing.

Entre os lançamentos há, por exemplo, um refrigerador com compartimento de temperatura flexível, pode ser regulado entre -18c até +7c. Ou ainda uma lava e seca com 12 quilos que faz lavagens a partir de 12 minutos. 

Apesar da crise econômica e da saída de algumas empresas do país, a fabricante aposta no crescimento do setor de eletrodomésticos no Brasil. "Ainda há muito espaço para crescer e a pandemia também fez com que as pessoas tivessem o desejo de mudar os eletrodomésticos. O microondas é produzido em Manaus e os outros produtos são importados, o que nos dá boa chance de competição com outras marcas", afirma Costa.

Atualmente a Midea Carrier conta com 1.500 funcionários no Brasil e, por vezes, chega a 2.000. O Brasil é um dos cinco maiores mercados da empresa, o que reforça a necessidade de ampliar a comunicação e as estratégias de venda. Para o marketing, por exemplo, há um incremento de ao menos 10% nos investimentos deste ano.

De 1 a 5, qual sua experiência de leitura na exame?
Sendo 1 a nota mais baixa e 5 a nota mais alta.

 

Seu feedback é muito importante para construir uma EXAME cada vez melhor.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso.

Últimas Notícias

Ver mais
Show da Madonna em Copacabana deve movimentar R$ 293,4 mi na economia do Rio, diz Prefeitura
Economia

Show da Madonna em Copacabana deve movimentar R$ 293,4 mi na economia do Rio, diz Prefeitura

Há 3 horas

Integração de IA e blockchain impulsiona revolução em finanças, tecnologias e empresas
Future of Money

Integração de IA e blockchain impulsiona revolução em finanças, tecnologias e empresas

Há 3 horas

Vasco da Gama x Grêmio: onde assistir, horário e escalações do jogo pelo Brasileirão
Esporte

Vasco da Gama x Grêmio: onde assistir, horário e escalações do jogo pelo Brasileirão

Há 3 horas

Cruzeiro x Botafogo: onde assistir, horário e escalações do jogo pelo Brasileirão
Esporte

Cruzeiro x Botafogo: onde assistir, horário e escalações do jogo pelo Brasileirão

Há 3 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais