Acompanhe:
seloMarketing

'Cor mais feia do mundo' é usada contra o tabagismo

Campanhas contra o cigarro mostram que uso de um "marrom esverdeado" é eficiente

Modo escuro

Continua após a publicidade
Maços de cigarro com "a cor mais feia do mundo": depois da Austrália, França e Reino Unido adotaram a cor (Reprodução)

Maços de cigarro com "a cor mais feia do mundo": depois da Austrália, França e Reino Unido adotaram a cor (Reprodução)

G
Guilherme Dearo

Publicado em 8 de junho de 2016 às, 11h14.

São Paulo - A cor mais feia do mundo é, oficialmente, esse tom de marrom que você vê abaixo.

Esse "marrom esverdeado" (PANTONE 448C na escala Pantone), também chamado de "opaque couché", ganhou de vez a infeliz alcunha. 

A ideia de nomear essa cor como a pior de todas veio da Austrália.

Por lá, em 2012, o governo australiano contratou pesquisadores da empresa Gfk Bluemoon para identificar uma cor que pudesse ser usada nas embalagens de cigarro e que ajudasse a desencorajar o tabagismo. 

Especialistas fizeram uma pesquisa de três meses com mil fumantes para identificar a pior cor possível.  

Tal marrom acabou se revelando a pior opção - quer dizer, a melhor. 

Pantone 448C: a cor mais feia do mundo é usada contra o tabagismo (Reprodução)

Na pesquisa, a cor foi descrita como suja e repulsiva. Outras palavras ligadas a ela foram "alcatrão" e "morte".  

Antes, outras cores foram consideradas, como verde limão, bege, mostarda e cinza escuro. Mas nenhuma superou o marrom esverdeado. 

Após a decisão, o país passou a adotar a cor obrigatória em todas as embalagens. 

Uso nas embalagens

Depois da Austrália, outros países seguiram o exemplo, como França, Irlanda e Reino Unido.

Na França, em dezembro de 2015 foi aprovada a lei para padronizar os maços de cigarro, tirando logos das marcas e adotando a cor Pantone 448C. 

No Reino Unido, os novos maços com essa cor começaram a vale no fim de maio desse ano

No último dia 31, a Organização Mundial da Saúde promoveu o uso dos maços padronizados

Últimas Notícias

Ver mais
Lula: Brasil pode ter indústria da saúde para competir com qualquer outro país do mundo
Brasil

Lula: Brasil pode ter indústria da saúde para competir com qualquer outro país do mundo

Há 10 horas

No pacote de remuneração da Oncoclínicas, uma revisão chama atenção
Exame IN

No pacote de remuneração da Oncoclínicas, uma revisão chama atenção

Há 11 horas

Investir na saúde da mulher pode adicionar US$ 13 bilhões à economia brasileira por ano
Um conteúdo Bússola

Investir na saúde da mulher pode adicionar US$ 13 bilhões à economia brasileira por ano

Há 18 horas

Gympass agora é Wellhub: dos check-ins em academias ao bem-estar holístico
Tecnologia

Gympass agora é Wellhub: dos check-ins em academias ao bem-estar holístico

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais