Marketing
Acompanhe:

Coca-Cola lança embalagem sustentável

PlantBottle é 30% à base do etanol da cana-de-açúcar

 (EXAME.com)

(EXAME.com)

S
Sylvia de Sá

Publicado em 10 de outubro de 2010, 03h41.

A Coca-Cola Brasil lança a PlantBottle na América Latina. A novidade é uma garrafa PET 30% à base de vegetal. Isto porque ela é feita do etanol da cana-de-açúcar, que substitui parte do petróleo utilizado como insumo, resultado de um projeto que levou mais de dois anos para ser concluído. Além de reduzir a utilização de recursos não-renováveis, a iniciativa diminuirá em até 25% as emissões de CO².

O lançamento da PlantBottle aconteceu ontem, dia 25, no Jardim Botânico, Rio de Janeiro. A nova garrafa não altera as propriedades químicas, cor, peso ou aparência em relação ao PET convencional e é 100% reciclável. A garrafa será comercializada a partir de abril, inicialmente nas embalagens de Coca-Cola de 500 ml e 600 ml, nas cidades do Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba, Recife e Porto Alegre. Para promover a novidade, a empresa conta, principalmente, com ações digitais, além de anúncios para TV, jornais e revistas.

A expectativa é de que, em um ano, a Coca-Cola produza um volume de 140 milhões de garrafas com a tecnologia, significando uma redução de uso de mais de cinco mil barris de petróleo. Até 2014, a empresa espera utilizar a embalagem em todo o seu portfólio. O Brasil é o quinto país a lançar a PlantBottle no mundo e o primeiro na América Latina. O recurso já está disponível também nos Estados Unidos, no Japão, na Austrália e no Canadá.

Leia mais sobre produtos verdes