Em campanha, Burger King incentiva jovens a tirarem título de eleitor

Somente 371 mil jovens de 16 a 17 anos estavam cadastrados para votar até fevereiro de 2022, o número mais baixo desde 1992, de acordo com a Justiça Eleitoral

Burger King: marca faz campanha incentivando adolescentes a tirarem o título de eleitor (Burger King/Divulgação)
Burger King: marca faz campanha incentivando adolescentes a tirarem o título de eleitor (Burger King/Divulgação)
LP

Laura Pancini

Publicado em 7 de abril de 2022 às 10h27.

Em nova campanha publicitária, o Burger King chama a atenção dos jovens brasileiros sobre a necessidade de tirarem o título de eleitor – ou maiores de idade a regularizarem o documento – para votar nas eleições de 2022.

Conhecida por suas campanhas diferentes, a rede de fast food segue um movimento que já acontece entre artistas e personalidades nas redes sociais. No Lollapalooza, em São Paulo, por exemplo, brasileiros como Jão e Marina Sena pediram para que seus fãs mais novos tirassem o título. A cantora Anitta também usou as redes sociais para fazer o mesmo pedido.

De acordo com a Justiça Eleitoral, somente 371 mil jovens de 16 a 17 anos estavam cadastrados para votar até fevereiro de 2022, um número que representa menos de 10% da população brasileira nessa faixa etária. Esse número histórico é o mais baixo desde 1992.

Para convite à reflexão, o BK se apropria de febre bem difundida na atualidade, perguntando a consumidores se eles gostam de votar em reality show. Assim, questiona: "então por que não faz isso nas eleições?".

yt thumbnail

“Queremos dar voz e ampliar o alcance de um assunto que não deve ficar só nas redes sociais ou ser assumido por pessoas físicas. Não estamos aqui para escolher lados, mas sim, ressaltar o quão importante é o voto desses jovens nas próximas eleições. Para ter um Brasil do seu jeito, cada eleitor precisa fazer sua parte”, explica Juliana Cury, Diretora de Marketing e Inovação da BK Brasil.  

O filme, idealizado pela DAVID, terá veiculação nacional em TV aberta e nas redes sociais para alcançar o maior número de pessoas possíveis. “Não existe assunto proibido no BK. Se a política é um tema para nossos consumidores, por que não seria um tema para nós?”, diz Rogério Chaves, Diretor de Criação da DAVID.

Mais de Marketing

Amstel traz Amsterdã ao Rio Pinheiros em evento com passeio de balsa gratuito

Heinz lança molho 'Barbiecue' em parceria com a Mattel

Cauã Reymond fica preso em elevador com fã em nova campanha

RD Summit 2024 anuncia data e primeiros nomes da programação

Mais na Exame